Roteiro interativo em escuna pelo estuário encanta

Foram 18 passeios gratuitos, em quatro escunas, que partiram da Ponta da Praia para a viagem pelo estuário e baía de Santos.

Comentar
Compartilhar
30 JAN 201408h41

Faltaram adjetivos às pessoas, entre santistas e turistas, para expressar a emoção ao participarem nesta quarta-feira do 9º Roteiro Interativo Cidade Porto, promovido pela prefeitura. Muitos nunca tinham entrado em um barco e nem sequer conhecido a região portuária pelo mar. Ao longo do dia, foram 18 passeios gratuitos, em quatro escunas, que partiram da Ponte Edgard Perdigão, na Ponta da Praia, para a viagem pelo estuário e baía de Santos. No roteiro, feito por cerca de 2.500 pessoas, além de apreciar a vista dos locais, também aprenderam sobre esse pontos e a história da cidade e do porto com informações dos guias da Secretaria de Turismo. Conheceram também sobre o funcionamento das empresas e noções das operações de carga e descarga no maior complexo portuário da América Latina e a sua importância para o município e o país.

No roteiro, feito por cerca de 2.500 pessoas, além de apreciar a vista dos locais, também aprenderam sobre esse pontos e a história da cidade e do porto com informações dos guias da Secretaria de Turismo

Natural de São José dos Pinhais, no Paraná, a família Melin com seis integrantes, veio a Santos pela primeira vez e todos ficaram fascinados. “A cidade é muito bonita e limpa e o porto maravilhoso. O passeio foi inesquecível”, comentou Isabel Melin.

As amigas Marina Mortati e Lorena Fionani, ambas de Mirassol, interior de São Paulo, também elogiaram. “Foi incrível. A grandeza do porto me impressionou e o visual é lindo”, ressaltou Marina. “Além da diversão, o passeio traz aprendizado e cultura”, disse Lorena.

Celebração
O roteiro interativo fez parte das comemorações pelo 468º aniversário de Santos, o Dia do Trabalhador Portuário e os 112 anos do Porto de Santos. A promoção é organizada pela Seport (Secretaria de Assuntos Marítimos e Portuários) com o patrocínio da Marimex – Inteligência Portuária. “É uma maneira de integrar as pessoas ao porto e à cidade para melhor conhecer a história. Muitas delas nunca tiveram essa oportunidade”, destacou o secretário da pasta, Eduardo Lopes, que recepcionou os visitantes.


Foto: Marcelo Martins