X

Turismo

Cinco cidades paulistas para visitar durante as férias de julho

Destinos agradam de amantes de aventuras aquém deseja apenas apreciar o pôr do sol à beira mar

Gladys Magalhães

Publicado em 08/07/2022 às 16:24

Atualizado em 08/07/2022 às 21:08

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Em 2021, uma em cada cinco viagens realizadas no país tiveram como destino cidades paulistas / Divulgação/ Governo do Estado

Foi-se o tempo que o estado de São Paulo era o último da lista dos viajantes. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Turismo, divulgada na última quinta-feira (7), pelo Ministério do Turismo e o IBGE, em 2021, o estado foi o mais procurado pelos turistas brasileiros.

No ano passado, segundo o levantamento, uma em cada cinco viagens, ou 20,6%, realizadas no país tiveram como destino cidades paulistas, sendo que o estado também foi o campeão em gasto com pernoites durante viagens, com um total de R$ 1,8 bilhão.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Seja para um bate-volta no final de semana, ou para aproveitar as férias escolares de meio de ano, São Paulo oferece destinos para todos os gostos. Abaixo, algumas opções para diferentes perfis.

Cunha

Cunha (Divulgação/PMC)

Conhecida pelos campos de lavanda, a cidade de Cunha espera receber cerca de 60 mil pessoas durante o mês de julho. Ao contrário do que muitos imaginam, as plantações de lavanda não são os únicos atrativos da cidade. Por lá, também é possível conhecer ateliês de cerâmica de alta temperatura, curtir cachoeiras e trilhas, além de visitar o Parque Estadual Serra do Mar.

Na gastronomia, queijarias e cervejarias costumam chamar a atenção dos viajantes, que ainda poderão curtir entre os dias 8 e 24 de julho (aos finais de semana), o 27º Festival de Inverno da cidade.

Parque da Cerveja, em Campos do Jordão

Parque da Cerveja, em Campos do Jordão (Divulgação)

Campos do Jordão
Impossível falar de destinos paulistas durante o mês de julho e não citar Campos do Jordão. Situada a 170 quilômetros da Capital, a cidade espera receber em torno de 700 mil turistas até o fim do mês.

Na programação, há atividades para todos os perfis, como o Festival de Inverno, o Horto Florestal, o Parque Capivari, Tarundú ( um parque com atividades radicais), entre outros.

Com gastronomia de padrão internacional, quem vai a Campos do Jordão tem à disposição mais de 250 restaurantes, de variadas cozinhas, além das lojas de chocolates e cervejarias.

Os apreciadores de cerveja, aliás, desde 2020, podem visitar o Parque da Cerveja. No local é possível conhecer a Fábrica da Cerveja Campos do Jordão, o Museu da Cerveja; participar de um “Beernic”, um piquenique cervejeiro em meio à natureza, além, entre outras atrações, de conhecer o Mirante Mantiqueira, que possui uma vista de 180º das montanhas da Serra da Mantiqueira. A entrada no parque custa a partir de R$ 52,00.

Parque aquático Hot Beach, em Olímpia

Parque aquático Hot Beach, em Olímpia (Divulgação)

Olímpia
Sol o ano inteiro é uma das características da cidade de Olímpia, que espera em torno de 350 mil visitantes ao longo do mês.

O destino é uma ótima opção para famílias com crianças, visto que conta com dois dos mais visitados parques aquáticos da América Latina, o Thermas dos Laranjais e o Hot Beach, clubes,  parques temáticos, como o Parque dos Dinossauros, o Museu de Cera e o Parque de Neve, além de opções culturais, a exemplo do Museu de Arte Sacra e do Museu de História e Folclore.

Para aproveitar o mês de férias, diversas atrações da cidade prepararam atividades especiais, é o caso do Hot Beach. O parque inaugurou recentemente sua primeira atração totalmente seca, que pode ser frequentada de forma independente.

Batizada de Vila Guarani trata-se de um espaço de entretenimento, que conta com choperia, pizzaria, empório de vinhos, além de um circuito interativo telado único no Brasil, o Viiixi. Construído na copa das árvores, o brinquedo (com torres laterais e teto fechado por telas) desafia os frequentadores a  irem de uma torre à outra utilizando passarelas com obstáculos de diferentes graus de dificuldade a uma altura que atinge 15 metros, além de reservar várias surpresas cênicas.

Piscina infinta no Recanto das Cachoeiras, em Brotas

Piscina infinta no Recanto das Cachoeiras, em Brotas (Divulgação)

Brotas
Para quem gosta de aventura, Brotas é destino certo. A cidade, procurada o ano inteiro, espera um aumento de 30% nas atividades e hospedagem durante o mês.

Rafting, tirolesa, boia cross, off road, mountain bike, turismo de natureza estão entre as atrações mais procuradas. Contudo, o município tem investido em atrações mais calmas para quem quer descansar entre um esporte e outro, ou curtir com crianças e idosos. Entre estes locais está o Recanto das Cachoeiras, um ecoparque onde é possível fazer trilhas, contemplar a paisagem a partir de uma piscina de borda infinita, ou apenas relaxar em um complexo de piscinas aquecidas, adulta e infantil, com bolhas entornadas por spa´s e hidromassagem.

Outra opção é o Brotas Eco Hotel Fazenda, que além de hospedagem possui day use em regime de meia pensão, ou pensão completa, e ainda permite ao visitante curtir toda sua estrutura de lazer, que inclui parque aquático e atividades com monitores.

Bertioga

Bertioga (Marcos Pertinhes/PMB)

Bertioga
Não é porque é inverno, que o litoral deve ficar de fora das pretensões de viagens. A cidade de Bertioga, por exemplo, estima receber cerca de 120 mil visitantes até 31 de julho.

Além das praias, o turista encontra atividades ligadas ao artesanato, ecoturismo e históricas, como uma visita ao Forte São João, primeira fortaleza do País e candidata a Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Durante o mês, ainda é possível curtir a primeira edição do Agita Bertioga de Inverno e a 45ª edição da tradicional Festa da Tainha, evento que acontece aos finais de semana e segue até 31 de julho.

Sítio do Carroção já começa ver o interesse pelo acampamento de volta e está otimista com a retomada

Sítio do Carroção, em Tatuí (Divulgação)

Crianças
Para quem vai ficar em São Paulo, também não faltam opções de diversão durante o mês de julho. O Museu da Língua Portuguesa, por exemplo, promove até o dia 24 o  Estação Férias - Lugares para Mirar. O projeto envolve contação de história, oficinas artísticas e atividades programadas, como oficina de criação de livros, de criação de binóculos de mirar paisagens poéticas, além de uma oficina para contação e escrita de sonhos. 

Ainda na Capital, outra novidade é a chegada do Hello Park, o primeiro parque multimídia do Brasil, que conta com mais de 20 atrações que unem tecnologia, movimento e diversão, indo desde um lápis mágico que faz as imagens ganharem vida até uma super piscina de bolinhas com um tobogã totalmente interativo. O parque funciona no SP Market e os ingressos custam a partir de R$ 69,00.

Já os pais que não tiram férias junto com as crianças em julho, tem como opção mandar os pequenos para um acampamento. No Sítio Carroção, que fica na cidade de Tatuí, há diversas atrações, como complexo aquático, parque paleontológico, trilhas, labirinto, entre outros. Conhecido como único resort pedagógico do Brasil, o local, fora do período de férias escolares, também funciona como um hotel, pelo qual foi premiado recentemente como o 2º melhor do mundo, na categoria “Hotéis Novos e Badalados”, pelo TripAdvisor.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Praiamar Shopping recebe exposição de carros antigos

Chamada 'Carona para o Passado', mostra terá 16 veículos consagrados da Volkswagen expostos na Praça Central do mall a partir da próxima quinta-feira (18)

COTIDIANO

SLT libera gaveta central da travessia Santos/Guarujá

A modernização da gaveta central do Guarujá teve investimento do Departamento Hidroviário de R$ 3,5 milhões, com potencial para beneficiar mais de 30 mil pessoas que utilizam o serviço diariamente, em média

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software