X
Tecnologia

WhatsApp amplia prazo para parar de funcionar em celulares antigos

A empresa, que pertence ao Facebook, porém, informou que "alguns dos recursos poderão parar de funcionar a qualquer momento" nesses aparelhos mais antigos

WhatsApp amplia prazo para parar de funcionar em celulares antigos / Divulgação

O WhatsApp anunciou que adiou o fim do serviço para uma série de aparelhos, anteriormente programado para acabar nesta sexta-feira (30).

A empresa, que pertence ao Facebook, porém, informou que "alguns dos recursos poderão parar de funcionar a qualquer momento" nesses aparelhos mais antigos.

As novas datas para o fim dos funcionamento do serviços são as seguintes:

>> BlackBerry OS e BlackBerry 10 após o dia 31 de dezembro de 2017;

>> Nokia S40 após o dia 31 de dezembro de 2018;

>> Nokia Symbian S60 após o dia 30 de junho de 2017;

>> Windows Phone 8.0 e anterior após o dia 31 de dezembro de 2017;

>>As versões 2.3.7 e anterior do Android após o dia 1º de fevereiro de 2020

Segundo a companhia, essas plataformas têm certas limitações que impedem a expansão de seus recursos.

Ela recomenda que os usuários troquem seus aparelhos por outros mais atuais.

A decisão da empresa de cancelar o funcionamento para os celulares mais antigos havia sido contestada pela associação de defesa do consumidor Proteste.

De acordo com a Proteste, trata-se de um desrespeito ao consumidor, especialmente para quem escolhe utilizar um aparelho mais antigo com acesso ao serviço de telefonia provido por todas as operadoras no país.

O aplicativo de mensagem instantânea conta com cerca de 1,2 bilhão de usuários no mundo. No Brasil, a marca de 120 milhões já foi batida.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Itanhaém

Audiência pública discute propostas sobre zoneamento urbano em Itanhaém

Empresa Geo Brasilis apresentou informações técnicas sobre as características do município

Saúde

Ocupação de leitos de UTI de Covid-19 só aumenta na Baixada Santista

Região ainda não teve um único dia de diminuição de leitos ocupados durante todo o ano de 2022 segundo Seade

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software