Nova tendência para economizar no Natal: cashback

A estimativa é que o período de festas dê uma alavancada de R$60 bilhões na economia e uma parte dos gastos realizados online podem ser revertidos em cashback

Comentar
Compartilhar
04 DEZ 2019Por Da Reportagem10h15
O cashback é feito por meio de aplicativos no celularFoto: Divulgação

Sem dúvida, fim de ano é época em que mais se gasta. Considerado o melhor mês para o comércio e, razão do Natal, dezembro promete uma injeção de R$60 bilhões na economia, segundo a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o que corresponde ao total que brasileiros gastaram o ano todo em outras datas especiais: Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados e Dia das Crianças. A pesquisa também identificou 77% dos entrevistados pretendem gastar em média R$125 por presente.

A mesma entrevista de intenção de compra detectou que claramente o costume de comprar online está atraindo mais consumidores: 41% deles revelaram que pretendem comprar os presentes online, mesma porcentagem daqueles que vão comprar em lojas físicas. Em terceiro lugar, estão aqueles que vão comprar no shopping, 37%.

“Nós observamos que o mindset mudou no país. Comprar online não é mais algo complicado ou incerto, é algo palpável, um serviço que a maior parte das marcas oferecem -- bons produtos, com preços razoáveis de frete”, diz Tomer Gooterman, MyCashBack CEO, um dos maiores serviços de Cashback no país.

Não apenas as compras online ficaram mais comuns, mas a aderência ao cashback aumentou durante o ano. Por exemplo, no Dia dos Solteiros, maior dia de compras da China, equivalente à Black Friday, realizada pela primeira vez no Brasil, o tráfego no site do MyCashBack foi 10 vezes maior que em 2018. Para o Natal, MyCashBack espera um crescimento de 30% na procura. “As pessoas compram para amigos e família nesta época do ano, então, reembolsos de até 8% no gasto total fazem toda a diferença”, explica Gooterman.

MyCashBack também oferece bos negócios quando o assunto é viagem durante as festas. Segundo Gooterman, o segmento é um dos mais visitados no site e é responsável por 27% das pesquisas. Entre as opções de lojas parceiras: Decolar.com, CVC Viagens, Hoteis.com and Booking.com.

Ele enfatiza que comprar passagens e hospedagem no MyCashback é uma opção para quem quer economiza, já que o reembolso é por porcentagem, ou seja, quanto mais cara a compra, maior o Cashback. “Se o usuário agenda uma acomodação por R$1.0000, o retorno pode ser de até R$400”, exemplifica.