E-mails do Gmail passam a ser 100% criptografados

E-mails ficarão resguardados mesmo quando o usuário estiver em uma rede de Wi-Fi público, não importando se o dispositivo usado é computador, smartphone ou tablet

Comentar
Compartilhar
28 MAR 201422h56

Todos os e-mails enviados de contas do Gmail passaram a ser criptografados a partir da sexta-feira, 21. O anúncio foi feito pelo Google em um post no blog oficial da empresa.

Segundo o texto, as mensagens estarão protegidas nas rotas entre usuário, servidores do Gmail e data centers do Google. A empresa declarou que a conexão será sempre do tipo HTTPS, ou seja, encriptada. E-mails ficarão resguardados mesmo quando o usuário estiver em uma rede de Wi-Fi público, não importando se o dispositivo usado é computador, smartphone ou tablet.

Usuários do Gmail podem usar a opção criptografada desde 2008 e em 2010 a empresa passou a deixá-la acionada automaticamente. Como a opção protegida reduz a velocidade da rede, usuários podiam desabilitá-la caso desejassem. Agora, só existe a opção criptografada.

O Google explicou na mensagem que a segurança passou a ser prioridade máxima "depois das revelações do verão passado". O post foi assinado por Nicolas Lidzborski, chefe de engenharia de segurança do Gmail.

Todos os e-mails enviados de contas do Gmail passaram a ser criptografados (Foto: Reprodução)