Aplicativo que faz retratos em 3D é um risco aos internautas, alerta empresa de segurança Kaspersky

Ao site EnganhariaE o engenheiro de segurança da empresa antivírus Kaspersky diz que o aplicativo tem potencial de acessar dados pessoais dos internautas

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2021Por Da Reportagem11h40
O aplicativo Voilá Al Artist virou uma febre entre os internautas desde o mês de maio.O aplicativo Voilá Al Artist virou uma febre entre os internautas desde o mês de maio.Foto: Reprodução/Redes Sociais

O aplicativo Voilá Al Artist virou uma febre entre os internautas desde o mês de maio. Com a transformação das fotos dos usuários em desenhos 3D perfeitos, é normal vermos centenas de amigos e familiares postando suas novas caricaturas no Facebook, Instagram etc. Mas a empresa de segurança digital Kaspersky - uma das mais renomadas do mundo - faz um alerta: essa brincadeira aparentemente inofensiva oferece riscos.

Ao site EnganhariaE o engenheiro de segurança da empresa antivírus Kaspersky diz que o aplicativo tem potencial de acessar dados pessoais dos internautas. E é nesse ponto que mora o perigo, já que ele utiliza o reconhecimento facial como ferramenta para a sua transformação em um retrato 3D. Mas é preciso lembrar que o mesmo reconhecimento facial também é utilizado por outras empresas, como alguns bancos, por exemplo, marcas de aparelhos celulares etc.

O que o engenheiro quer dizer é simples: com a sua foto de rosto em mãos, quem garante que esse aplicativo, de fato, cuida dela para que não seja acessada por terceiros? E, pior: terceiros com más intenções? E a Kaspersky notou essa brecha.

“Uma vez que as imagens passam a ser da empresa, é ela que tem a responsabilidade de protegê-las e garantir dessa forma que cibercriminosos não terão acesso ao banco de dados”, explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.