Zeladores têm até as 18 horas para eleger diretoria do Sindedif

A eleição é com chapa única. Podem votar trabalhadores em edifícios e em administradoras de bens

Comentar
Compartilhar
08 JUN 2016Por Da Reportagem11h30
Eleição, com chapa única, começou ontem; apuração dos votos terá início por volta das 19 horas. O presidente José Maria Félix (na foto, votando) disputa a reeleiçãoEleição, com chapa única, começou ontem; apuração dos votos terá início por volta das 19 horas. O presidente José Maria Félix (na foto, votando) disputa a reeleiçãoFoto: Matheus Tagé/DL

Zeladores e demais empregados em Edifícios de Santos e Cubatão têm até às 18 horas de hoje para votar e eleger a nova diretoria do Sindedif. O pleito, com chapa única, teve início ontem.

O atual presidente do sindicato, José Maria Félix, disputa a reeleição para um mandato de cinco anos. Podem votar trabalhadores em edifícios e funcionários de administradoras de bens e condomínios de Santos, desde que estejam com suas obrigações em dia como associados.

A votação ocorre nas dependências do sindicato, na Rua Júlio Conceição, 238, na Vila Mathias, em Santos, com duas urnas. 

Outras três urnas itinerantes estão sendo conduzidas pela coordenação eleitoral em condomínios.

O presidente do sindicato, José Maria Félix, diz que a participação do associados é muito importante para o fortalecimento da categoria. 

“Apesar da eleição ser com chapa única, a presença do associado é importante não só em termos de quórum, como também para fortalecer a categoria diante dos desafios que teremos que enfrentar”, diz o líder sindical.

Ele destaca que as bandeiras de luta do Sindedif serão: fortalecimento do sindicato; ampliação de cursos e seminários para melhor preparar o trabalhador para conhecer e defender seus direitos; luta por saúde e segurança, maior integração do aposentado, opções de lazer para associados, criação do departamento da mulher, ampliar conquistas e também os benefícios e convênios.

“O grande desafio da luta sindical é proporcionar a organização de trabalhadores e através dela, alcançar melhorias para a qualidade de vida”, diz Félix.

E menciona: “A origem do sucesso de uma categoria está na conscientização de cada trabalhador, mas, para isso é preciso fortalecer a entidade sindical para que se possa avançar em novas conquistas”.

Félix conclui alegando que a Chapa 1, denominada Força e União, é composta por trabalhadores e também uma trabalhadora, que estão dispostos em não medir esforços em lutar pela categoria diuturnamente. “A categoria é quem vai ganhar, pois, com certeza, vamos construir um sindicato cada vez mais forte e de luta”