TRT tenta conciliação entre grevistas e hospital de Cubatão

Na última terça-feira, a Prefeitura propôs pagar os salários de junho até o próximo dia 22 de julho

Comentar
Compartilhar
23 JUN 2016Por Da Reportagem10h00
Empregados do Hospital Municipal de Cubatão deflagraram a greve no último dia 14 devido a atraso nos salários e ao não pagamento de verbas rescisóriasEmpregados do Hospital Municipal de Cubatão deflagraram a greve no último dia 14 devido a atraso nos salários e ao não pagamento de verbas rescisóriasFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Com o objetivo de encontrar uma saída para a greve que ocorre no Hospital Municipal de Cubatão desde o último dia 14, o Tribunal Regional da 2ª Região realiza hoje, a partir das 13h30, mais uma tentativa de conciliação entre trabalhadores da unidade e a gestora ­hospitalar.

Na última terça-feira, as partes participaram de audiência, quando a Prefeitura de Cubatão se propôs em pagar os salários de junho dos grevistas até o próximo dia 12 de julho.

Estiveram presentes a Associação Hospitalar Beneficente do Brasil (AHBB), autora do dissídio coletivo de greve no TRT-2, o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Santos, São Vicente, Guarujá, Cubatão, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe (SintraSaúde), além de representantes da Prefeitura da cidade.

A mediação foi feita pelo desembargador Wilson Fernandes, vice-presidente judicial do Tribunal, que convocou as partes para nova audiência hoje, pois existe uma dívida trabalhista de R$ 2,5 milhões referentes ao mês de maio e a Prefeitura ficou de fazer uma nova proposta para solucionar o impasse.

A proposta do TRT-2 é o pagamento dos R$ 2,5 mi em cinco parcelas. A proposta de manutenção de ao menos 30% do efetivo em serviço, estabelecida na última audiência, foi mantida em acordo feito com o Sintrasaúde, que foi representado pelo presidente Paulo ­Pimentel.

Além de atraso nos salários, o sindicato reclama de ausência de pagamento de férias, descumprimento de cláusulas econômicas, data-base, falta de quitação de verbas rescisórias de funcionários desligados, entre outros.

Entidade

A AHBB é uma organização social que está à frente da administração do Hospital Municipal de Cubatão desde outubro de 2015. A entidade recebe cerca de R$ 4,4 milhões por mês da prefeitura, de acordo com notícia da página da municipalidade.