Servidores rejeitam proposta

A Administração Municipal oferece 3% de reposição contra 4% sobre o ganho real, reivindicados pela categoria

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201323h10

Servidores públicos de Guarujá realizaram assembléia ontem para discutir a proposta de reposição salarial anunciada pela Prefeitura, no último dia 11. A Administração Municipal oferece 3% de reposição contra 4% sobre o ganho real, reivindicados pela categoria.

Segundo a presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos da Prefeitura Municipal de Guarujá (SFPPMG), Márcia Ruth, além da reposição sobre o ganho real do funcionalismo, outra reivindicação é o aumento do custo da cesta básica para R$ 180, baseado no Dieese. “A Administração Municipal ofereceu R$ 11 de aumento. A cesta básica passou de R$ 115 para 126, mas o ideal seria R$ 180”.

Uma contraproposta será encaminhada à Prefeitura, nesta terça-feira, por meio de ofício. Márcia disse ainda que a categoria pedirá o apoio dos vereadores durante a sessão da Câmara de hoje.

A sindicalista afirmou que a categoria pode manifestar protestos contra a proposta da Administração, mas paralisações estão descartadas. “Há três anos não temos aumento de salário, mas a Prefeitura não nos deve nada. Apenas queremos ganho real em reposição, bônus ou benefícios”.