Servidores do judiciário federal da Baixada realizam ato hoje

A força da greve já levou a presidência do TRT 2 a suspender os prazos para os fóruns de Santos e Barra Funda/SP

Comentar
Compartilhar
29 AGO 201410h45

Servidores do judiciário federal da Baixada Santista realizam hoje um grande ato público, a partir das 12 horas, em frente à Justiça Federal de Santos, em mais uma atividade de greve para pressionar pela reposição das perdas salariais.

O movimento iniciado em 20 de agosto atinge as Justiças Federal e do Trabalho de Santos e a Justiça do Trabalho em Praia Grande, São Vicente, Guarujá e Cubatão.

A mobilização na Baixada ganha força a cada dia e os servidores participam não só das atividades em Santos, como também dos atos e assembleias na capital paulista e em Brasília.

A força da greve já levou a presidência do TRT 2 a suspender os prazos para os fóruns de Santos e Barra Funda/SP.

Categoria luta por reposição das perdas (Foto: Matheus Tagé/DL)

A diretora do Sintrajud, Linyra Sardinha, enfatiza que “a greve que esta muito forte na Baixada  é nacional  e já paralisa mais de dez estados, além de atingir diversos outros’, a diretora do Sintrajud também comenta que servidores de todas as cidades da região participarão do ato de hoje.

Linyra destaca que “ nosso objetivo é cobrar a autonomia do poder judiciário e exigir a inclusão dos valores do projeto que assegura a reposição de nossas perdas no orçamento da União e sua posterior aprovação no Congresso Nacional”.

A mobilização dos servidores do Judiciário Federal pela reposição das perdas salariais cresceu nesta quarta-feira (27), quando eles realizaram um ato público e uma assembleia em frente ao TRE/SP. Uma nova concentração foi marcada para a próxima terça-feira, 2 de setembro, às 13h, seguida de assembleia às 14h.