Rodoviários definem pauta de reajuste salarial

A pauta foi aprovada na última sexta-feira, em assembleia realizada no Sindicato dos Rodoviários de Santos e Região

Comentar
Compartilhar
07 FEV 201322h28

Trabalhadores rodoviários do setor denominado sem representação e diferenciado reivindicam, a partir de novembro, data base da categoria, reposição da inflação acumulada nos últimos 12 meses e 5% de aumento real, além de outros pontos econômicos e sociais.

A pauta foi aprovada na última sexta-feira, em assembleia realizada no Sindicato dos Rodoviários de Santos e Região.

As negociações serão em mesa-redonda na subdelegacia do Trabalho em Santos, já que esses trabalhadores não têm representação patronal.

Serão beneficiados cerca de 1.300 motoristas de carretas, betoneiras, máquinas pesadas trucks, operadores de veículos automotores, empilhadeira, veículos leves e ajudantes.

A categoria também quer manter as cláusulas do atual acordo, como adicional de dupla função, pagamento de horas extras, prêmio por tempo de serviço, diária alimentação no almoço e no jantar, vale-refeição, cesta básica, adicional noturno e participação nos lucros ou resultados, plano de saúde, convênio farmácia, seguro de vida por morte ou invalidez, complementação de auxílio previdenciário e auxílio ao filho excepcional.