Relator promete manter adicional para motoboys na MP da Liberdade Econômica

A intenção era manter o benefício para a categoria e impedir que quem vai para o trabalho de moto, como meio de locomoção, pudesse reivindicá-lo

Comentar
Compartilhar
29 JUL 2019Por Folhapress19h02
O fim do adicional de periculosidade para motoboys deverá cairFoto: Agência Brasil


Ponto polêmico da MP (medida provisória) da Liberdade Econômica, o fim do adicional de periculosidade para motoboys deverá cair.

"Isso é compromisso meu. Foi errado. A ideia era melhorar para o motoboy e ficou horrível", diz o relator Jerônimo Goergen (PP-RS).

O adicional de 30% existe desde 2014. Segundo ele, a intenção era manter o benefício para a categoria e impedir que quem vai para o trabalho de moto, como meio de locomoção, pudesse reivindicá-lo.

"Isso não vai ficar no texto. Isso é um erro de redação. Vamos corrigir em plenário", afirma Goergen. "Eu mesmo vou apresentar um destaque [contra o fim do adicional]."

Colunas

Contraponto