Reajuste de 17,6% no frete dos caminhoneiros vale a partir do dia 16

Acordo definitivo para correção do frete foi definido com base no cálculo da NTC & Logística

Comentar
Compartilhar
14 FEV 201322h55

A partir do próximo dia 16, passa a valer reajuste de 17,6% no valor do frete para caminhoneiros autônomos. A correção definitiva para este ano foi decidida em reunião realizada ontem entre o Sindicato das Empresas Transportadoras de Cargas do Litoral Paulista (Sindisan) e Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam), na sede do Sindisan, em Santos.

Os autônomos já trabalhavam com frete 9% maior desde o último dia 3, e ontem, transportadores e carreteiros concordaram com reajuste de mais 8,6%, totalizando os 17,6%.

Segundo o presidente do Sindisan, Marcelo Marques da Rocha, a correção de 17,6% é referente ao índice de perdas dos últimos três anos, divulgado pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística).

O Sindicam negociava aumento do frete em 22%, mas, o presidente do sindicato, José Luiz Ribeiro Gonçalvez, disse ao DL, que o percentual concedido embora não seja o ideal, já melhora as condições de trabalho dos autônomos.

“A palavra de ordem agora é produtividade e o movimento (paralisação) está suspenso definitivamente. Mas, continuaremos negociando o aumento ideal para a categoria”, declarou. O reajuste de 17,6% foi informado aos autônomos, em assembléia realizada no início da noite de ontem, no Valongo, pelo presidente do Sindicam.

Melhorias

Após a definição do frete, empresários e autônomos elaboraram uma pauta de reivindicações para as melhorias das condições de trabalho. Entre as medidas elencadas: estacionamentos para os carreteiros na área portuária, com desapropriação de imóveis se houver necessidade; instalação de sanitários nos locais de concentração no porto; agendamento de horário para carga e descarga nos terminais, com penalidade em caso de descumprimento de horário; entre outras. O presidente do Sindisan disse que a pauta será enviada à Codesp e aos prefeitos João Paulo Papa (Santos) Farid Madi (Guarujá).