Movimentadores vão às urnas para reeleger Francisco Erivan

Sem opositores para concorrer ao pleito deste ano, o atual presidente será reeleito presidente como candidato da única chapa concorrente

Comentar
Compartilhar
16 FEV 2017Por Da Reportagem11h30
Eleição tem chapa única e a votção começou ontem e se encerra hoje à tardeFoto: Rodrigo Montaldi/DL

O Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Santos, São Vicente, Guarujá, Cubatão, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, Itariri, Pedro de Toledo, Miracatu, Ilha Comprida, Cananéia, Pariquera-Açú, Jacupiranga, Eldorado, Bertioga, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba (SINTRAMMAR) conclui hoje as eleições, que se iniciou ontem, para eleger sua nova diretoria, gestão 2017/2021. Também serão eleitos os membros do conselho fiscal da entidade e os delegados da federação da categoria.

Sem opositores para concorrer ao pleito deste ano, o atual presidente Francisco Erivan Pereira será reeleito presidente como candidato da única chapa concorrente.

“Ainda que seja gratificante saber que os trabalhadores continuam acreditando no nosso trabalho, a nossa responsabilidade só aumenta diante dos desafios que se revelam cada vez maiores, sobretudo em tempos de crise como a que o país atravessa”, disse o sindicalista.

A preservação e ampliação do mercado de trabalho são os principais objetivos da próxima gestão. “Vamos continuar priorizando a manutenção das convenções coletivas e dos diversos acordos de trabalho que mantemos com a classe patronal visando garantir e aumentar os postos de serviços, independente da modalidade de contratação”, afirmou o dirigente.

Representando pouco mais de 19 mil trabalhadores, entre avulsos e vinculados, que atuam em 21 municípios localizados entre o Litoral Sul, Vale do Ribeira e Litoral Norte, o sindicato também pretende intensificar ações voltadas para a cultura, esporte e lazer de seus associados e dependentes, através da Associação Desportiva e Cultural (ADC).

A qualificação profissional terá atenção especial na próxima gestão. “Levando-se em conta que a atividade laboral atribuída pela legislação vigente aos movimentadores vem se mostrando cada vez mais exigente e competitiva no mercado de trabalho, temos como meta investir no aperfeiçoamento dos nossos representados”, explicou o líder sindical.

Nesse sentido, Erivan classifica como “extremamente positiva” a inédita participação de 40 movimentadores em curso profissionalizante ministrado pela Centro de Excelência Portuária (CENEP). “Em termos de capacitação laboral, não resta a menor dúvida que a categoria deu um ­importante passo”. À frente da entidade desde 2000, ele caminha para o seu 5º mandato ­consecutivo.