Miro tomará posse hoje no Sintraport

Políticos e sindicalistas de várias categorias de Santos e outras regiões, inclusive dirigentes nacionais da central Força Sindica devem estar ­presentes

Comentar
Compartilhar
16 MAR 2018Por Da Reportagem08h40
Sua chapa teve 1.265 dos 1.297 votos apurados no ano passadoFoto: Divulgação

Oito meses após reeleito, em 14 de julho de 2017, com 98% dos votos úteis, Claudiomiro Machado ‘Miro’ tomará posse hoje, às 10 horas, como presidente do Sindicato dos operários portuários de Santos (Sintraport). Políticos e sindicalistas de várias categorias de Santos e outras regiões, inclusive dirigentes nacionais da central Força Sindical, como seu secretário-geral João Carlos Gonçalves ‘Juruna’, devem estar ­presentes.

Sua chapa teve 1.265 dos 1.297 votos apurados no ano passado, quando foram registrados 25 votos em branco e sete nulos. Não houve chapa de oposição. Após a eleição, ele reforçou os pontos do programa de campanha, entre eles a manutenção do mercado de trabalho dos portuários, e colocou-se contra a reforma trabalhista.

Segundo Miro, foi a primeira vez, desde sua fundação, em 14 de março de 1931, que o sindicato teve chapa única: “Isso demonstra a confiança dos associados no trabalho dos últimos três anos”. O Sintraport representa 4 mil trabalhadores. É a primeira vez, também, que a diretoria tem uma mulher, Thalita Santos do Nascimento, amarradora de navios da Codesp.

Miro

Aos 42 anos de idade, o sindicalista conquistou sua primeira reeleição. Miro foi eleito presidente em 17 de outubro de 2014 e empossado em janeiro de 2015. Naquele pleito, sua chapa venceu a de oposição por 1.060 votos contra 228.

Ele ingressou na força supletiva em 1993. Quatro anos depois, conseguiu cadastro no órgão gestor de mão-de-obra (ogmo), com registro em 1999. Foi eleito suplente da diretoria executiva do sindicato em 2002 e foi crescendo na diretoria ao longo dos anos.

O dirigente foi eleito secretário de portos da Força Sindical em seu oitavo congresso, em junho, na Praia Grande. Após a eleição, ele articulará as atividades da central no setor. O congresso elegeu o vice de Miro, Robson Gama dos Santos.

A executiva da chapa é composta ainda pelo vice-presidente Robson Gama dos Santos. O secretário-geral, Anderson Santos Pinto ‘Ronaldinho’. E o primeiro-secretário, Wagner Honorato da Silva ‘Guinho’. Os três da capatazia. Albino Calixto de Souza, aposentado da Codesp, é o primeiro tesoureiro. Nilson Franco, também da Portofer, diretor jurídico. E Odair Pereira de Souza, da capatazia, diretor beneficente.

Cláudio da Cunha, da capatazia, é o segundo-secretário. E Cláudio Pacheco de Oliveira, aposentado do Ogmo, o segundo-tesoureiro. O diretor de patrimônio é Gilvan Xavier. E o diretor de aposentados, Robson de Lima Apolinário, falecido em 25 de ­julho.