Funcionários da Codesp terão reajuste de 4,99%

Os portuários terão reajuste de 4,99%, retroativos a junho, data base da categoria.

Comentar
Compartilhar
01 NOV 201212h28

Os portuários terão reajuste de 4,99%, retroativos a junho, data base da categoria. A informação foi dada pelo secretário-executivo da Secretaria Especial de Portos (SEP) e presidente do Conselho de Administração da Codesp, Mario Lima, ao presidente do Sindaport, Everandy Cirino dos Santos. Para pressionar a empresa a conceder o reajuste, a categoria fez uma manifestação na porta da empresa, na última sexta-feira. 

Everandy Cirino explicou que com relação a diferenciação no pagamento de adicionais aos empregados, defendida pela Codesp, o representante da SEP acatou a proposta do SINDAPORT de incluir no texto do novo acordo coletivo de trabalho 2012/2013 as clausulas que estão sendo questionadas no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília, ressaltando que o assunto aguarda decisão judicial e não haverá prejuízos aos trabalhadores. O acordo coletivo ainda não foi assinado.
 
Sobre o novo Plano de Carreira, Emprego e Salário/Realinhamento Salarial, o sindicalista afirmou que Mario Lima comprometeu-se a constar no acordo coletivo uma data para implantação do plano. “Ele vai voltar no início de novembro a Codesp para discutir o assunto junto com o técnico da SEP, Mario Bernardino, que ainda em férias, e o pessoal da empresa”, disse Everandy Cirino. 

O presidente do SINDAPORT destacou que a situação do Portus, fundo de previdência dos empregados das Companhias Docas, também foi discutida na reunião. “Mario Lima disse que o assunto está muito bem encaminhado e talvez já neste mês de novembro teremos boas notícias, com o repasse de valores referentes às dívidas das patrocinadoras (Companhias Docas)”. 
 
CODESP paga
 
A aplicação do índice de 4,99% será retroativa ao mês de junho/2012. O Secretário Executivo da Secretaria de Portos (SEP), Mário Lima, o presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP), Renato Barco, e representantes sindicais das categorias que integram o quadro de empregados da empresa estiveram reunidos, na tarde de sexta-feira, para dar continuidade às negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2012/2013.

Ficou acertado entre as partes, o pagamento, na primeira quinzena deste mês, do reajuste salarial de 4,99% e do vale refeição no valor total mensal de R$ 703,20, retroativo a junho deste ano. Tanto o reajuste quanto a diferença do vale refeição referentes aos meses de junho a setembro serão pagos através de folhas suplementares.

Ficou definido, também, fazer constar no Acordo Coletivo uma data para implantação do novo Plano de Carreira, Empregos e Salários (PCES)/Realinhamento. O Secretário Mário Lima garantiu que no início de novembro representantes da SEP virão a Santos para tratar do PCES e demais demandas apresentadas pelos sindicalistas.

Colunas

Contraponto