Designado relator da Medida Provisória 595

Eduardo Braga será relator da Medida Provisória , que vai regulamentar atividades do setor.

Comentar
Compartilhar
21 DEZ 201217h58

Sindicalistas estão preocupados em decifrar as 600 emendas da Medida Provisória 595, que muda a regulamentação dos portos no País e tem provocado impasse entre as categorias de portuários e avulsos.

O relator da MP já foi designado. É o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), líder do governo no Senado. É o parlamentar mais influente do Amazonas, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

O Diap o considera o mais influente do partido na categoria ‘debatedor’, ficando atrás apenas de Renan Calheiros (PMDB-AL), como ‘articulador’, e à frente do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). No segundo ano de mandato, é a segunda vez que Braga figura na lista dos 100 mais influentes do Congresso Nacional. Em 2011, ele foi classificado na mesma categoria.

A atual lei dos portos vai ser revogada. (Foto: Arquivo DL)

Braga começou a carreira aos 21 anos, como vereador de Manaus (PDS). Em 1986, elegeu-se deputado estadual e, em 1990, deputado federal.  Em 1992 foi eleito vice-prefeito de Manaus, assumindo a prefeitura em 1994, que deixou, em 1996, com 98% de aprovação popular, o maior índice da história da cidade e do País.

Engenheiro elétrico formado pela Universidade Federal do Amazonas, dedicou-se à administração de suas empresas, uma rede de concessionárias Renault em quatro estados da região norte do Brasil. Em 2002, foi eleito, no primeiro turno, governador do estado. Foi reeleito em 2006, pelo PMDB, no primeiro turno, com 50,63% dos votos válidos. Tem 52 anos de idade e elegeu-se senador em 2010.

A votação tem prazo de votação até 12 de março. Federações de trabalhadores  devem convicar as categorias para reuniões no início de janeiro.