Chapa 2 pede anulação das eleições

Pedro alega “vários vícios, inclusive na publicação do edital do pleito eleitoral”

Comentar
Compartilhar
03 FEV 201321h41

O presidente da Chapa 2, o servidor municipal Pedro da Mata, entrou com ação junto à Justiça do Trabalho pedindo a anulação do pleito eleitoral para a nova diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santos (Sindserv), alegando irregularidades na realização das eleições.

Pedro alega “vários vícios, inclusive na publicação do edital do pleito eleitoral”. O período de três dias de votação encerra hoje. O mandato é de quatro anos.

O juiz da 3a Vara Roberto Rezende, não deferiu liminar em favor da ação judicial, mas marcou audiência para o final de abril. Porém, o juiz determinou que as 32 urnas sejam guardadas na sede do 6º BPM/I.

Três chapas concorrem ao pleito, sendo uma de situação e duas de oposição. As eleições ocorrem na sede do sindicato, das 5 às 21 horas, à Rua Campos Sales, 106, na Vila Mathias.