X
Sindical e Previdência

Centrais sindicais se reúnem na terça-feira com o Governo

Sindicalistas tentam reverter decisões que afetam direitos trabalhistas e previdenciários

Após a mobilização, na última quarta-feira, com passeatas e protestos em todo o País, as centrais sindicais se preparam para encontro com representantes do Governo Federal, na próxima terça-feira, dia 2.

Eles tentam reverter as medidas anunciadas pelo Governo, no apagar das luzes de 2014, que reduz direitos trabalhistas e previdenciários dos trabalhadores.

No setor trabalhista as alterações ocorrem no abono salarial do PIS e no seguro-desemprego. Já, no setor previdenciário, as áreas afetas são a pensão por morte e auxílio-doença, ambos pagos pelo INSS.

Para os sindicalistas, essas mudanças podem ser apenas a ponta de um iceberg, que pode trazer outras retiradas de direitos trabalhistas e previdenciários. “Criaram um mecanismo pesado sobre os casos de pensão por morte, mas já que estavam falando de reformas estruturais, porque não mexeram também, a exemplo, nas pensões militares?”, indagou Carlos Ortiz, presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindnapi).

E prosseguiu: “Ainda que sejam medidas provisórias, os seus desdobramentos, na prática, como se o Governo criasse um novo imposto, um novo tributo, colocados nos ombros cansados do povo”.


Centrais sindicais estão unidas para tentar reverter decisões governamentais (Foto: Divulgação)

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Dois PMs morrem com suspeita de febre maculosa durante curso

Vítimas eram instrutores da COPC, que teve uma fase de curso em área de mata. Casos seguem em análise pela Fiocruz

Se já estava ruim, vai piorar! Petrobras anuncia novo aumento nas refinarias

Reajuste passa a valer nesta terça-feira (26) para gasolina e diesel

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software