Aposentadoria de volta ao debate

Grupo interministerial é criado pelo Governo Federal.

Comentar
Compartilhar
15 DEZ 201215h16

A posse dos membros indicados para constituírem o grupo de trabalho que analisará propostas voltadas à melhoria da qualidade de vida e bem-estar dos aposentados e pensionistas deverá ocorrer em janeiro.  Em reunião realizada na quarta-feira (12), no Ministério da Previdência Social, integrantes do colegiado manifestaram confiança em que o trabalho do colegiado poderá alcançar resultados importantes para os aposentados.

Indicado como membro titular pelo Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da União Geral dos Trabalhadores, Natal Léo opinou que a representatividade do grupo de trabalho sinaliza que os resultados deverão ser importantes para aposentados e pensionistas. O colegiado será representado por titulares e suplentes de seis ministérios, duas secretarias ligadas à Presidência da República, o INSS, e associações, sindicatos,
confederações e centrais ligadas aos aposentados.
 
“A criação desse grupo de trabalho foi uma grande conquista, sobretudo porque teremos prazo definido para chegar a uma conclusão e poderemos apresentar nossas principais reivindicações diretamente aos representantes dos diversos ministérios”, afirmou Natal Léo. Na mesma linha, Celso Amaral de Miranda Pimenta, titular da Nova Central Sindical de Trabalhadores, declarou que a legitimidade do grupo permitirá “acirrar um pouco o debate” nas causas prioritárias para aposentados e pensionistas.
 
O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho., que se desculpou, pois a intenção era realizar a posse no mesmo dia, o que não foi possível devido a ausência do ministro Gilberto Carvalho.

Questões envolvendo aposentadorias serão discutidas a partir de janeiro. (Foto: Matheus Tagé/ DL)