GOVERNO SAUDE

Tripulação asiática de navio atracado em Santos está espirrando e com tosse; Anvisa fará vistoria

Informação é dos estivadores brasileiros que trabalham no local. A Anvisa, até o momento, nega qualquer suspeita de que a tripulação asiática possa estar infectada com o coronavírus.

Comentar
Compartilhar
26 JAN 2020Por Da Reportagem16h28
Tripulantes, segundo estivadores, estavam tossindo e espirrando muito.Foto: Divulgação/Sindestiva

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fará uma vistoria no navio KM Singapore, que está atracado no Porto de Santos desde a noite do último sábado (25), após estivadores dizerem que a tripulação de asiáticos a bordo estava tossindo e espirrando muito, gerando preocupação com o coronavírus.

O navio é de bandeira liberiana e saiu da Índia carregado de soja a granel. Antes de chegar ao Brasil ele passou pela África do Sul.

O Sindicato dos Estivadores de Santos (Sidestiva) disse que os trabalhadores também viram operários de um terminal exportador entrarem no navio usando luvas e máscaras, o que gerou ainda mais desconfiança.

A Anvisa, até o momento, nega qualquer suspeita de que a tripulação asiática possa estar infectada com o coronavírus. Mas fará uma averiguação mais detalhada na embarcação, que não chegou a passar pela China em seu trajeto até Santos.

Leia, na íntegra, a nota da Anisa:

"A história é que se trata de um navio vindo da India e no qual haviam trabalhadores asiáticos usando luvas e máscaras. Os estivadores viram os trabalhadores do navio Km Singapore usando máscaras e espirrando o que pode ter causado pânico. Porém, não são casos suspeitos ou que se encaixam na definição de suspeitos até o momento. Em complemento, esclarecemos que estas são informações do momento. Podemos fazer uma atualização mais tarde se a equipe da Anvisa se Santos tiver novidades".

NOVO COMUNICADO DA ANVISA, ATUALIZADO AS 18H07 DO DIA 26/01/2020:

Em atenção às especulações que se avolumam sobre o navio KM Singapore, sobretudo por meio das mídias sociais, o Posto Portuário da Anvisa em Santos-SP (PVPAF-Santos) vem a público informar que não há quaisquer elementos que justifiquem preocupações em relação a esta embarcação, ora atracada no Porto de Santos, no que se refere ao coronavírus (2019-nCov).

O navio não é procedente da China e fez suas últimas escalas em portos da África do Sul, Índia e Singapura. Não há qualquer tripulante doente, conforme atestaram a fiscalização da Anvisa que esteve a bordo e o próprio comandante da embarcação. O relatado uso de máscaras e luvas pelos tripulantes chineses deve-se às condições de trabalho exigidas, já que se trata de um navio que transporta grãos.