Seis cidades prorrogam campanha C

A 11ª Campanha Nacional de Vacinação do Idoso foi prorrogada até o dia 29 de maio

Comentar
Compartilhar
23 JAN 201320h19

O Ministério da Saúde decidiu estender o prazo por não ter alcançado a meta nacional, de 80% da população-alvo. A campanha, lançada em 25 de abril, terminaria hoje (8).

De acordo com o ministério, até o momento, aproximadamente 11 milhões de idosos foram vacinados, o que representa 57,61% da população idosa do país. O objetivo é vacinar 15,5 milhões de pessoas com 60 anos ou mais.

As secretarias estaduais e municipais de Saúde devem intensificar as mobilizações e atualizar o sistema de informação do ministério até o último dia de campanha. Segundo o Ministério da Saúde, ações específicas foram desenvolvidas para que as áreas rurais atingidas pelas enchentes sejam atendidas.

A vacina é gratuita e está disponível em cerca de 65 mil postos de vacinação em todo o país. No período de 25 de abril a 8 de maio de 2009 acontece a 11ª Campanha Nacional de Vacinação do Idoso que tem como principal objetivo reduzir, na população de 60 anos e mais, a morbimortalidade e as internações causadas pelo virus influenza.

No Estado de São Paulo a expectativa é vacinar 3,6 milhões de idosos. Durante a campanha deste ano a população terá à disposição cerca de 3 mil postos fixos e 2 mil unidades volantes funcionando das 8 às 17 horas.

A expectativa da SMS (Secretaria de Saúde) é imunizar 77.839 pessoas. Também estão disponíveis vacinas contra tétano e difteria, para aqueles que nunca foram vacinados ou que foram imunizados há mais de dez anos e precisam de reforço.