Saúde dispara 15 milhões de torpedos para incentivar doação de sangue

Campanha visa evitar baixa nos estoques durante um período em que há quedas no número de doações e aumento no número de acidentes

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 201210h42

Com o slogan “Não dê férias para a doação de sangue”  a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com a operadora Claro, começou a disparar cerca de 15 milhões de torpedos para os clientes da empresa em todo Estado para convocá-los a doarem sangue durante o período das festas. As mensagens serão encaminhadas até o início de janeiro.

Além de incentivar a doação de sangue, a mensagem também indicará o site da Secretaria, onde é possível consultar o endereço dos mais de 100 postos de coleta de todo o Estado (www.saude.sp.gov.br/doesangue) e o horário de funcionamento das unidades, inclusive no feriado prolongado de Ano Novo. Os torpedos também irão informar o endereço da página da Secretaria no Facebook (www.facebook.com/spsaude).

Em média, nesta época do ano, as doações de sangue chegam a cair até 30% no Estado.

O objetivo da iniciativa é garantir os estoques nos hospitais em uma época em que costuma haver aumento no número de acidentes e, com isso, um grande volume de atendimentos de emergência e cirurgias que necessitam de transfusões de sangue.

Para doar sangue basta ter entre 16 e 67 anos, estar em boas condições de saúde, estar alimentado, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente.

“A doação de sangue é fundamental o ano inteiro. Porém, neste período de festas de fim de ano, este ato de solidariedade torna-se ainda mais necessário para evitar a redução dos estoques neste período e também no início do próximo ano”, afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede da Secretaria.