X

Saúde

Santos zera fila de espera e amplia atendimento a pacientes com diabetes

Até 2022, eram três mil pacientes contemplados, com uma fila de espera de 700

Da Reportagem

Publicado em 14/11/2023 às 19:40

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Os números são comemorados na Cidade neste Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro) / Divulgação/PMS

Santos conseguiu zerar a fila e ampliar o número de pacientes que utilizam o glicosímetro fornecido pela Secretaria Municipal de Saúde.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Neste ano, o público atendido chega a quatro mil usuários diabéticos, que têm direito ao dispositivo em casa para medir e acompanhar os níveis de açúcar no sangue. Até 2022, eram três mil pacientes contemplados, com uma fila de espera de 700.

Os números são comemorados na Cidade neste Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro), data que busca conscientizar a população sobre o reflexo da doença na saúde e na mortalidade.

Todo paciente acompanhado pelo SUS que descobre ter diabetes pode retirar os medicamentos e insumos (pertencentes à Remume - relação municipal de medicamentos) prescritos pelo médico nas policlínicas. Alguns itens são retirados no Ambesp.

“O diabetes é um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares, que são a causa número 1 de mortes no Brasil e em Santos. Havia urgência em atender todos os pacientes com qualidade. Então, a nossa equipe realizou um estudo em busca de materiais melhores, além de abrir processos de aquisição em quantidades maiores que permitiram zerar a fila. Priorizar o controle do diabetes é fundamental para evitar complicações e garantir o bem-estar”, afirma o secretário municipal de Saúde, Adriano Catapreta.

COMO FUNCIONA

Todo mês o paciente precisa retirar os insumos e medicamentos, uma vez que o dispositivo já está em sua casa. As policlínicas entregam, conforme a prescrição, a tira para a medição e a lanceta, que é a agulha para furar o dedo. Antigamente esses insumos eram limitados; hoje a compra foi otimizada e todo o paciente diabético que foi à policlínica está recebendo os materiais sem falta.

Este foi um dos avanços no tratamento do diabetes em Santos. “Antigamente só era possível realizar duas medições por dia, hoje atendemos todas as necessidades dos pacientes”, explica Bruna Coronato, presidente da Comissão de Padronização de Produtos para Saúde (Copaps).

Alguns casos específicos de diabetes são encaminhados ao médico endocrinologista. Esses pacientes são encaminhados para o Ambesp, onde toda a assistência continua sendo oferecida, com os insumos necessários e as medicações prescritas.

“Existe uma comissão de padronização de produtos para a saúde do Departamento Financeiro (Deafin) que é responsável e trabalha constantemente para melhorar a qualidade dos insumos (como aparelhos mais intuitivos, agulhas mais finas, entre outros) e poder atender às necessidades individuais de cada paciente de acordo com a prescrição, visando dar mais qualidade de vida e aumentar a adesão ao tratamento”, conta Bruna.

Todas as melhorias resultaram um trabalho em conjunto da comissão de padronização com a Coordenadoria de Gestão e o Programa de Hipertensão e Diabete do Departamento de Atenção Primária de Santos.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

'Há sobras de caixa para investirmos em Cultura', diz Presidente da Petrobrás

Ele ainda comentou, que desde o inicio do governo Lula estão sendo pensado projetos que já somam R$ 150 milhões investidos pelo patrocínio da Petrobras

Nacional

Desmatamento na Amazônia cai 60% em janeiro deste ano

Com 40% de perdas, Roraima lidera ranking dos que mais desmataram

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter