Santos soma 100 casos da gripe suína em quatro meses

A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) da Secretaria de Saúde de Santos (SMS) informa que a Cidade tem 100 casos confirmados de gripe suína, desde o dia 30 de abril

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201315h32

Desse total, ocorreram três óbitos por conta da doença. Conforme informações do boletim semanal da Secretaria de Saúde, divulgado na tarde de ontem, 147 pacientes estão sendo monitorados. Outros 77 permanecem internados em hospitais do Município.

Os demais continuam em isolamento domiciliar. Os pacientes são acompanhados todos os dias por técnicos da Seção de Vigilância Epidemiológica. Dos 100 casos, 57 foram em pacientes do sexo masculino e 43 do feminino. A maior parte deles possui entre 10 e 19 anos (44) e entre 20 e 49 anos (31).

Escolas

Conforme informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde, foram confirmados surtos da gripe A em três escolas particulares da Cidade. Uma delas foi a Jean Piaget, onde as aulas serão retomadas hoje, após 14 dias. Nesse período, os estudantes receberam aulas e atividades pela internet.

Outras duas instituições de ensino optaram por fechar apenas algumas classes que concentravam casos da doença. Os nomes dos colégios não foram divulgados pela vigilância epidemiológica.

Na unidade municipal Padre Waldemar do Valle Martins, no Bairro Macuco, as aulas foram interrompidas em duas classes por 14 dias, desde o último dia 2.

Surto

A ocorrência de pelo menos três casos em ambientes fechados/restritos, como escolas, presídios e empresas, com intervalo de até cinco dias entre as datas de início dos sintomas, pode caracterizar um surto de gripe suína.

Estes casos devem ser comunicados à Seção de Vigilância Epidemiológica para investigação e adoção das providências necessárias. O telefone da seção é o 3201-5647.