Santos é a primeira cidade da região a atingir meta de vacinação contra a gripe

Desde o dia 10 de abril até a tarde da última quinta-feira, foram aplicadas 202.897 doses no Município

Comentar
Compartilhar
31 MAI 2019Por Da Reportagem12h55
Nesta sexta (31), a dose está disponível para qualquer munícipe interessado em 28 policlínicasFoto: Susan Hortas

Um dia antes do término oficial da campanha nacional de vacinação contra a gripe, previsto para esta sexta (31), Santos atingiu a meta de cobertura de 90% do público-alvo, conforme prevê o Ministério da Saúde, sendo a primeira entre as cidades da Baixada Santista.

Desde o dia 10 de abril até a tarde desta quinta (30), foram aplicadas 202.897 doses no Município, diante da população total estimada de 224 mil pessoas. A vacinação prosseguirá enquanto durarem os estoques.

Nesta sexta (31), a dose está disponível para qualquer munícipe interessado em 28 policlínicas (endereços abaixo), das 9h às 16h. Para a vacinação é preciso apresentar documento de identificação com foto (RG ou CNH, por exemplo) ou certidão de nascimento (no caso de crianças). Também é recomendado levar carteira de vacinação e Cartão SUS, se tiver.

Diante da ampliação do público-alvo e da meta de cobertura durante a campanha pelo Ministério da Saúde, no dia 15 de maio a Secretaria Municipal de Saúde estendeu a vacinação para qualquer interessado. Medida que será válida em todo o Brasil a partir da próxima semana conforme anunciado pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

"Santos é a cidade que mais doses da vacina já aplicou na região e, mais uma vez, atingimos a cobertura de 90% estipulada pelo Ministério da Saúde. Isto foi possível após amplo esforço dos profissionais de saúde, facilitação do acesso à vacina nos postos fixos e volantes em várias ações e abertura de quatro policlínicas aos sábados", destaca o secretário municipal de Saúde, Fábio Ferraz.

Posto extra

Na tarde desta quinta (30), um posto de vacinação foi montado em frente ao prédio comercial onde funciona a sede da Secretaria Municipal de Saúde. A ação contou com profissionais do Departamento de Vigilância em Saúde (Devig), com apoio de alunos do curso técnico em enfermagem do Senac, e vacinou 1.112 pessoas.

O analista de importação e exportação Edilson Lopes, 33 anos, que trabalha na região central, aproveitou a oportunidade. "Durante a semana, no horário comercial, fica mais difícil ir até uma policlínica. O posto é bem interessante e a liberação da vacinação para todos ajuda principalmente aquelas pessoas que não têm condições de pagar pela vacina".

Confira os endereços dos postos

Aparecida - Av. Pedro Lessa, 1.728
Campo Grande - Rua Carvalho de Mendonça, 607
Embaré - Praça Coronel Fernando Prestes s/nº
Gonzaga - Rua Assis Correia, 17
José Menino / Pompeia - Avenida Floriano Peixoto, 201
Ponta da Praia - Praça 1º de Maio s/nº
Conselheiro Nébias - Av. Conselheiro Nébias, 514 – Encruzilhada
Vila Mathias- Rua Xavier Pinheiro, 284 - Encruzilhada
Vila Nova - Praça Iguatemi Martins s/nº
Martins Fontes – Rua Luiza Macuco, 40 – Vila Mathias
Monte Cabrão – Rua Principal s/n° 
Alemoa e Chico de Paula- Praça Guilherme Délius s/nº - Alemoa
Bom Retiro- Rua João Fraccaroli s/nº
Rádio Clube - Avenida Hugo Maia s/nº
São Manoel - Praça Nicolau Geraigire s/nº - São Manoel
São Jorge e Caneleira - Rua Francisco Ferreira Canto, 351 - São Jorge
Castelo- Rua Francisco de Barros Melo, 184
Piratininga – Praça João de Moraes Chaves s/n° 
Marapé - Rua São Judas Tadeu, 115
Nova Cintra - Rua José Ozéas Barbosa s/nº
São Bento - Rua das Pedras s/nº
Valongo - Rua Prof. Maria Neusa Cunha s/nº - Saboó
Morro José Menino - Rua Doutor Carlos Alberto Curado, 77 A
Jabaquara – Rua Rangel Pestana, 475 
Morro Santa Maria – Rua Um s/n° 
Vila Progresso – Rua Três, casas 1 e 2 – Vila Telma
Morro da Penha – Rua Três, 150 
Monte Serrat - Praça Correa de Melo s/n°

Colunas

Contraponto