Santa Casa de Santos inicia obras da Radioterapia

Reforma visa oferecer precisão e qualidade no atendimento dos pacientes com câncer

Comentar
Compartilhar
12 JAN 2021Por Da Reportagem11h36
São mais de 1.450 m² de área para a ampliação da Casamata que contará com toda estrutura própria e modernaFoto: DIVULGAÇÃO

A Santa Casa de Santos iniciou a reforma e ampliação do Complexo da Radioterapia, onde haverá a Casamata, local de instalação do Acelerador Linear, Tomógrafo e demais aparelhos necessários aos atendimentos e tratamentos de radioterapia em pacientes oncológicos. 

O recurso disponibilizado para a obra totaliza R$ 1,5 milhões de emenda parlamentar do Deputado estadual Paulo Corrêa Júnior.  Além disso, a Santa Casa também investirá mais de R$ 1,5 milhão de recursos próprios. O prazo para a entrega da obra é de 180 a 240 dias. 

São mais de 1.450 m² de área para a ampliação da Casamata que contará com toda estrutura própria (paredes revestidas de chumbo e sistema de ventilação) e moderna para oferecer precisão e qualidade no atendimento dos pacientes com câncer. 

Acelerador Linear - O principal equipamento que a Casamata abrigará é o Acelerador Linear Halcyon, da Varian Medical Systems, um dos mais modernos existentes no mercado mundial, que proporciona altíssima produtividade. O equipamento já está na Santa Casa e custou R$ 5,5 milhões, por meio de convênio com o Ministério da Saúde e aproximadamente R$ 1 milhão recursos próprios do hospital. 

Oferece extrema precisão, e permite com que o médico aplique a dose de radiação no tumor, sem prejudicar as células saudáveis ao redor, preservando tecidos sadios, e o mais importante, com rapidez. Esta precisão é assegurada por um recurso tecnológico chamado RapidArc, atrelado a tecnologia de IGRT, que é a radioterapia guiada por imagem.