Sangue de animais de Canil de Praia Grande é usado em pesquisa

Estudo é feito por universitários e visa salvar vidas de outros animais.

Comentar
Compartilhar
31 JAN 201312h01

O Canil da Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande colaborou, nesta quarta-feira (30), com estudos de iniciação científica, realizados por estudantes de veterinária, da Universidade Monte Serrat (Unimonte). Para ajudar na pesquisa, responsáveis pelo canil permitiram a coleta de sangue de cinco cães do grupamento. Além de avaliar o estado de saúde dos animais, os estudantes querem reunir dados que possam servir para salvar a vida de caninos.

O trabalho, feito em parceria entre a universidade e a Clínica Anclivet, é realizado por estudantes do 4º ano da faculdade. A aluna Larissa Rocha Felippe disse que será feita triagem do estado de saúde dos animais, por meio de exames como hemograma, para a descoberta de doenças específicas.


Esta não foi a primeira vez que o Canil da GCM participou dos trabalhos universitários. Segundo Larissa, os cães da GCM já ajudaram também a salvar vidas por meio da doação de sangue. “Com certeza, eles já ajudaram a salvar a vida de outros cãezinhos. O sangue pode ser usado em processos cirúrgicos de emergência, na coagulação de sangramento ou em transfusões”, explicou.

Estudo de universitários visa salvar vidas de outros animais (Foto: Edmilson Lelo/ Divulgação)

De acordo com o inspetor do canil da GCM, Wagner Geraldo da Silva, atualmente o grupamento conta com 15 cães. Destes, cinco foram escolhidos para o procedimento. “Este ato só faz bem, não altera nada na rotina deles. Disponibilizamos os cães do canil para a realização do exame e já no dia seguinte eles estão prontos para o trabalho”, disse.

Canil

O canil conta com 15 cães, sendo seis filhotes, a maioria proveniente de doação. Os filhotes estão sendo treinados para, futuramente, integrar a equipe de patrulhamento da GCM. Os animais são adestrados pelos próprios GCMs, que participam de diversos cursos, entre eles os de cinofilia (cuidados na criação de cães) e cinotecnia (estudo da anatomia, comportamento, psicologia, fisiologia dos cães).