Resultado: CoronaVac apresenta eficácia de 78% em estudo realizado no Brasil

Dados estão sendo apresentados à Anvisa; Instituto Butantan fará nesta quinta o pedido de registro emergencial do imunizante

Comentar
Compartilhar
07 JAN 2021Por Gazeta de S. Paulo11h45
Casos moderados e mortes foram totalmente evitados no estudo da CoronavacFoto: Divulgação Governo do Estado

A CoronaVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, teve uma eficácia de 78% nos estudos finais realizados no Brasil, pelo Instituto Butantan.

De acordo com informações da "Folha", o percentual se aplica à prevenção de casos leves da doença. Casos moderados e mortes foram totalmente evitados no estudo.

Eu reunião, os dados estão sendo apresentado à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na manhã desta quinta-feira, quando o Instituto Butantan fará o pedido de registro emergencial do imunizante.

Durante a tarde, o Governo de São Paulo vai promover uma entrevista coletiva para dar mais detalhes sobre a eficácia da vacina.