VLI DESKTOP TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Pesquisa mostra que número de infectados pela Covid-19 quase triplica em Guarujá

Primeira fase identificou sete casos confirmados da doença, e na segunda, mais 18 foram positivados

Comentar
Compartilhar
27 MAI 2020Por Da Reportagem16h41
Foto: DIVULGAÇÃO/PMG

Em Guarujá, quase triplica o número de casos confirmados do novo coronavírus entre pacientes assintomáticos, conforme pesquisa regional. Dos sete positivos identificados na primeira etapa, outros 18 positivaram para a doença na segunda fase. Em cada fase foram aplicados 434 testes.

A terceira etapa da pesquisa Epidemiologia da Covid-19, que realiza a testagem aleatória de pacientes assintomáticos na Baixada Santista começou nesta quarta (27) e vai até amanhã (30). A iniciativa teve início às 8h30, com saída dos profissionais de saúde da sede da Diretoria de Vigilância em Saúde, na Avenida Leomil, 518, no Centro.

Desta forma, dos 868 testados nas duas primeiras fases, Guarujá possui 3% de infectados assintomáticos, ou seja, que não desenvolveram qualquer sintoma da doença, sendo identificado por meio do levantamento. A última etapa da Epicobs será de 10 a 12 de junho. A expectativa é que, em um período de dois meses, 10 mil pessoas sejam testadas na Baixada Santista, sendo 1.704 só em Guarujá;

O exame realizado na pesquisa é diferente do que é feito na fase sintomática e quando a pessoa procura uma unidade de saúde, onde o que é colhido é a secreção das mucosas oral e nasal, visando identificar se há presença do vírus no presente momento.

 

Na Epicobs, os munícipes recebem em casa a visita dos agentes comunitários de saúde e profissionais de enfermagem. Devidamente treinados, esses profissionais chegam em um veículo da Prefeitura, com equipamentos de proteção individual (máscara, óculos e avental) e identificados por crachá.

Pesquisa
Visa desenvolver um mapeamento do percentual de indivíduos (de todos os bairros e escolhidos aleatoriamente, por meio de sistema informatizado) que já tiveram contato com o novo coronavírus, promovendo uma avaliação total de 2.478 pessoas na Baixada Santista. A compra dos equipamentos para os exames foi financiada pelo Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb). A realização é da Fundação Parque Tecnológico de Santos e reúne mais de 40 pesquisadores de todas as universidades da Região.

Sobre o procedimento
Realizado mediante autorização da pessoa, o procedimento consiste na realização de um pequeno furo na polpa de um dos dedos para extrair o sangue, por meio de uma lanceta descartável. Em seguida, a amostra é colocada no teste, que após 15 minutos emite o resultado.

Ao término, os munícipes respondem a um questionário de informações socioeconômicas e pessoais como sexo, idade, profissão. Eles recebem um termo contendo todas as informações do estudo e um telefone para tirar dúvidas.