Pacientes esperam mais de cinco horas por atendimento no PS Central

Pessoas que chegaram por volta do meio-dia, ainda não haviam sido atendidas, às 18 horas, conforme apurado pela Reportagem

Comentar
Compartilhar
14 MAR 201321h58

Pacientes que necessitaram de atendimento ontem, no Pronto-socorro central, anexo à Santa Casa de Misericórdia de Santos, no Jabaquara, tiveram que aguardar na fila por mais de seis horas.

Pessoas que chegaram por volta do meio-dia, ainda não haviam sido atendidas, às 18 horas, conforme apurado pela Reportagem. Eliane Maria de França chegou à unidade se queixando de dores por conta de uma infecção na bexiga, às 13 horas e ainda aguardava pelo atendimento, em pé, com o filho no colo, no final da tarde.

Já a doméstica Irene Camilo dos Santos, que acompanhava o irmão, Edival Camilo dos Santos, que sentiu-se mal à noite, disse que foi informada na recepção que teria de esperar até às 19 horas. Edival que sofreu dois AVCs recentemente, esperava sentado no chão, do lado de fora do PS.

O secretário de Saúde, Odílio Rodrigues Filho, não foi localizado no final da tarde de ontem para se pronunciar sobre o caso. Em 13 de fevereiro, pacientes também se queixaram da demora no atendimento. Na ocasião, a Secretaria de Saúde alegou aumento do número de pacientes na unidade.

Fila de espera no PS Central dura mais de seis horas

Novamente, pacientes do PS Central, anexo à Santa Casa de Misericórdia de Santos, tiveram que passar o dia esperando por atendimento. Pessoas que chegaram por volta do meio-dia, não haviam sido atendidos até as 18 horas.