Nutricionista ensina a montar lancheira saudável

Giovana Canno, nutricionista de Santos, explica que um lanche completo deve ter alimentos de três grupos alimentares.

Comentar
Compartilhar
27 JAN 2019Por Caroline Souza12h18
Para a especialista, os pais devem dar preferência a levar os alimentos de casa ao invés de comprar na escola.Foto: Rodrigo Montaldi/DL

A criança precisa estar bem nutrida para assimilar tudo o que aprende”, alerta a nutricionista santista, Giovana Canno. Por isso, preparar corretamente a lancheira deve ser uma das principais preocupações dos pais ou responsáveis na volta às ­aulas. 

A nutricionista alerta que é preciso pensar em alimentos de três grupos alimentares: reguladores, construtores e energéticos. Frutas e verduras são exemplos do primeiro grupo. As proteínas, que podem vir de fontes animais - como queijos e iogurtes - ou vegetais - como leguminosas - fazem parte dos construtores. Já o último grupo é composto pelos carboidratos, focando nos integrais e com absorção mais lenta, evitando picos de glicemia. 

“Tomate cereja, cenoura, torrada integral picada e temperos naturais são uma boa ideia de lanche saudável”, sugere Canno. “Sanduíches naturais com patês também são indicados”. 

Outra sugestão da nutricionista é o milho, com azeite e um pouco de sal.

Para deixar o iogurte mais saudável, Giovana recomenda adicionar aveia, granola ou frutas secas. “Lembrando que deve ser iogurte integral, com a menor quantidade de ingredientes: leite e ­fermento”. 

Por conta do calor que tem feito na Baixada Santista, é preciso ficar alerta para que os alimentos não estraguem. “A lancheira deve ser térmica e é legal colocar uma bolsa térmica de gel congelada. Além de conservar os alimentos, isso faz com que a temperatura dos sucos, se mantenha boa”, recomenda.

Canno chama atenção para o fato de que muitos acabam se esquecendo de um importante item: a garrafa de água.

COMPRAR NA ESCOLA?

“É muito mais interessante levar de casa do que comprar na escola, mesmo que tenha opções teoricamente saudáveis”, afirma. “Levando os alimentos de casa, os pais têm certeza da qualidade de tudo que está ali”, completa. 

Uma dica da nutricionista para ensinar as crianças sobre alimentação, é preparar a lancheira junto com elas. 

EVITE

Salgadinhos, bolachas recheadas, refrigerantes e achocolatados devem ser evitados. Segundo a nutricionista, salgadinhos possuem muito corante, conservante, sódio, gordura trans e aditivos químicos. Já as bolachas recheadas têm muita gordura trans. “Quando eles tiram a gordura trans, costumam colocar a saturada, que também não é boa”, explica.

No caso de refrigerantes e achocolatados, a quantidade de açúcar é um dos principais vilões. 

Algumas escolas estipulam a sexta-feira para uma lancheira com algum desses alimentos. 

Mas fique atento aos rótulos. “Quanto mais conservantes, maior a vida do alimento e menor a nossa vida”, finaliza. 

Colunas

Contraponto