No inverno, cuidado com a pneumonia

Médico explica como pode ocorrer a infecção dos pulmões e dá dicas de prevenção

Comentar
Compartilhar
26 JUL 201321h28

O inverno não é só sinônimo de frio. Também é sinônimo de mais atenção às doenças respiratórias, entre elas a 4ª maior causa de mortes no Brasil segundo a Organização Mundial de Saúde: a pneumonia.

Levantamento realizado pela Secretaria da Saúde de São Paulo revela que em 2012, 129.043 pessoas foram internadas no Sistema Único de Saúde (SUS) por pneumonia em todo o Estado, o que representa uma média de 14 pacientes por hora.

Para o médico pneumologista Mauro Gomes, responsável pelo Instituto de Pneumologia Paulista, o índice de internações é alto. Ele afirma que, por ano, 900 mil pessoas dão entrada no SUS por pneumonia em todo o País. “Pneumonia pode matar. No Brasil, é a 4ª causa de óbitos”, ressalta.

Se não tratada, gripe também pode virar pneumonia (Foto: Arquivo/DL)

[----------------------------------------QUEBRA_CHAMADA_BANCA----------------------------------------]

O pneumologista explica que a doença é infecção causada por bactérias, fungos ou vírus que conseguem penetrar no interior dos pulmões.

Durante o inverno, a ocorrência de casos de pneumonia é maior porque é a época do ano em que as doenças respiratórias se agravam. Com isso, a circulação dos vírus é maior. “Além disso, durante o inverno a possibilidade de chuvas é menor, gerando mais poluição, fator que causa a irritabilidade do nariz e dos brônquios”, diz Gomes.

Prevenção

É possível se prevenir para não ser uma vítima da pneumonia. De acordo com o médico pneumologista, a primeira mais importante iniciativa é a vacinação contra a gripe, que combate uma das bactérias que podem causar infecção dos pulmões, resultando na doença.

Além disso, o médico recomenda evitar locais fechados com aglomeração de pessoas, que aumentam o risco contaminação por vírus.
É importante também a lavagem periódica das mãos, que também podem transmitir vírus e bactérias causadores da pneumonia.

Dicas

1) Mudanças climáticas por si só não causam pneumonia. No entanto, a aglomeração de pessoas em locais fechados durante os períodos mais frios aumentam o risco de contaminação por vírus. Evite estes locais ou tente melhorar a circulação de ar deles;

2) Mantenha o ar condicionado higienizado e se atente a isso nos locais onde costuma frequentar. Existe um tipo específico de pneumonia que pode ser causado pela má conservação dos equipamentos (legionelose);

3) Tome a vacina da gripe e, se possível, a de prevenção ao Haemóphilus Influenza e à Pneumococo;

4) Pessoas com baixa imunidade (transplantados, pacientes de AIDS ou oncologia, cardíacos, reumáticos, crianças e idosos) devem, obrigatoriamente, tomar estas vacinas;

5) Fumantes têm grandes chances de desenvolver pneumonia. A única forma de prevenção neste caso é o abandono completo do vício.