Mutirão da dengue na orla de Santos elimina 55 focos

A maioria dos focos foi achada em áreas coletivas dos prédios ou em apartamentos regularmente habitados.

Comentar
Compartilhar
06 FEV 201320h43

O balanço dos mutirões de combate à dengue realizados pela prefeitura nas primeiras quadras dos sete bairros da orla neste início do ano registrou 55 focos de larvas do mosquito Aedes aegypti, que foram eliminados, sendo 17 no bairro da Aparecida. Na programação da Secov (Seção de Controle de Vetores), da Secretaria Municipal de Saúde, estavam previstos 35.156 imóveis a serem percorridos, incluindo 5.436 de temporada. Foram vistoriados 11.117 contra 17.154 que estavam fechados. Houve ainda 412 recusas.

A maioria dos focos foi achada em áreas coletivas dos prédios ou em apartamentos regularmente habitados, segundo relato das equipes de 160 agentes. “Achávamos que o maior problema seria nos imóveis de temporada. Isso mostra a persistência na falta de cuidado básico e em alguns casos, a negligência”, avalia o chefe da seção, Marcelo Brenna.

Na segunda fase do trabalho, os agentes que atuam nesta área da cidade retornarão aos imóveis onde havia focos para nova avaliação, aos que estavam fechados e aqueles em que o proprietário se negou a atender. Em casos de reincidência, a lei complementar nº 681/2010 prevê termo de intimação e/ou multa que varia de R$ 500 a R$ 5 mil.

160 agentes participaram do mutirão (Foto: Divulgação)