Meta é imunizar 120 mil crianças na Baixada Santista neste sábado

Segunda fase da campanha acontece em todo o Estado com o objetivo de imunizar 2,9 milhões de crianças até 5 anos de idade

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201311h23

A segunda fase da Campanha de Vacinação contra a poliomielite, que pretende imunizar 2,9 milhões de crianças menores de cinco anos contra a doença em todo o Estado acontece neste sábado (14). O número corresponde a 95% dos 3,05 milhões de paulistas nesta faixa etária, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. Na região da Baixada Santista a meta é imunizar 120.013 crianças. 

A imunização será realizada em 14.353 postos fixos e volantes em todo o Estado, que funcionarão das 8 às 17h. Serão 51 mil profissionais de saúde, 3,8 mil veículos e sete barcos envolvidos na operação. A primeira etapa da campanha ocorreu em 12 de junho.

Além da vacina contra a poliomielite, as crianças que forem aos postos de saúde poderão colocar em dia sua caderneta de vacinação. Estarão disponíveis vacinas como a Tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche e hemófilo B), Tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) e contra hepatite.

A doença está erradicada no Estado desde 1988, mas a vacinação de crianças continua sendo importante porque o vírus da pólio ainda circula em países da África e da Ásia, representando, portanto, uma ameaça à população mundial.

“A vacinação contra a paralisia infantil é fundamental para garantir que o vírus causador da doença não entre novamente no Estado de São Paulo e no País. Por isso é muito importante que as crianças sejam levadas aos postos no próximo dia 14 (hoje)”, afirma a diretora de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde, Helena Sato.

Causada pelo poliovírus selvagem, a poliomielite é caracterizada por febre, mal-estar, cefaléia e pode causar paralisia. A vacina é segura e os efeitos colaterais são extremamente raros.

Santos

Em Santos, a vacina será aplicada, das 8 às 17h, em 65 postos, sendo 49 fixos e 16 volantes. A Secretaria de Saúde do Município também realizará a pesquisa de Práticas Alimentares no Primeiro Ano de Vida. O levantamento, feito a cada dois anos, fornece dados sobre a prevalência do aleitamento materno e avalia a introdução dos alimentos sólidos na dieta infantil.

Com o slogan ‘Não vai esquecer a segunda dose, hein?’, a campanha contra a pólio pretende atingir pelo menos 95% das 26.574 crianças. Na primeira etapa, realizada em junho, foram aplicadas 25.520 doses (96,03%). A vacina não apresenta contra-indicações. Porém, recomenda-se que as crianças que estejam com febre (acima de 38º) ou com alguma infecção sejam avaliadas por um médico antes de receberem as gotinhas.

São Vicente

O personagem Zé Gotinha visitou São Vicente ontem, para divulgar a Campanha Nacional de Vacinação, que será realizada hoje das 8 às 17 horas, em 32 postos fixos distribuídos pela Cidade.

Cubatão

Em Cubatão, a Secretaria de Saúde realizará a vacinação em 20 unidades de saúde (postos fixos) e três postos volantes, que percorrerão cinco localidades atendendo em horários diferenciados.

Guarujá

Nesta edição da campanha são esperadas 25.326 crianças, que contará com 51 postos de vacinação (47 fixos e quatro volantes). O horário de atendimento é das 8 às 17 horas, e é importante levar a caderneta de vacinação.

Bertioga

A ação será desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde em 22 postos fixos e dois volantes, das 8 às 17 horas. A única contra indicação para a vacinação contra poliomielite é a criança estar com febre alta, acima de 39º e apresentando vômitos intensos.

Praia Grande

Praia Grande terá 31 (27 postos fixos e mais 4 volantes) pontos de vacinação neste sábado. A vacina será oferecida nas 20 unidades de saúde da Cidade, em mais sete outros postos fixos e outros quatro volantes que circularão do bairro Canto Forte até Solemar (divisa com Mongaguá), das 8 às 17 horas. A coordenação é da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Sesap. A meta do Município é vacinar 20.088 crianças.

Mongaguá

Mongaguá espera vacinar 100% das crianças de zero a cinco anos neste sábado. São cerca de 3.600 crianças que receberão a segunda dose da vacina. Mesmo quem não tomou a primeira dose deve ir a uma unidade de Saúde da Família, ou na tenda armada na Praça Fernando Arens, no Centro receber a segunda dose neste sábado, das 8 às 17 horas.

A diretoria de Saúde vai aproveitar o Dia Nacional de vacinação para atualizar o cartão de vacinas nas seis Unidades de Saúde da Família e imunizar contra doenças como coqueluche, sarampo, difteria, rubéola, tétano e rotavírus. Na tenda só estaremos imunizando contra a pólio.

Itanhaém

Em Itanhaém, a imunização ocorrerá em 24 postos de vacinação em área urbana, das 8 às 17 horas e em quatro postos volantes que percorrerão a área rural, em horários variados. Segundo a Prefeitura, a meta é imunizar cerca de 7.230 crianças, na faixa até cinco anos.

Peruíbe

Em Peruíbe, a vacinação ocorrerá em 18 postos (cinco fixos e 13 volantes). A estimativa de crianças a serem vacinadas é de 5.223. Nos postos fixos, Unidade Mista - Casa da Mulher e algumas unidades do Programa de Saúde da Família, o atendimento será das 8 às 17 horas. Já nos postos volantes os horários são variados pela manhã e à tarde.