João Doria diz que vacina contra a Covid-19 estará disponível em janeiro

'A quantidade necessária para iniciar a imunização da população brasileira pode ser aplicada já no início de janeiro com o SUS', disse o governador

Comentar
Compartilhar
27 JUL 2020Por Gazeta de S. Paulo11h10
Segundo Doria, Anvisa deve autorizar a liberação da Coronavac em dezembroFoto: Divulgação Governo de Estado

O governador João Doria (PSDB) afirmou na manhã desta segunda-feira que a Coronavac, a vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac , deve ser distribuída em massa em janeiro de 2021.

"A quantidade necessária para iniciar a imunização da população brasileira pode ser aplicada já no início de janeiro com o SUS, com aplicação gratuita em toda população”, disse o governador de São Paulo, em entrevista à “Rádio Itatiaia”.

Segundo Doria, a Coronavac deve obter autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitário) no início de dezembro. Os testes da fase 3, realizados em 9 mil em seis estados do País, sob coordenação do Instituto Butantan, devem ser concluídos em outubro.