Isolamento social aumenta incidência de doenças de pele

Chamadas de doenças psicodermatológicas, essas foram as principais queixas clínicas neste período, segundo dermatologista de Santos

Comentar
Compartilhar
14 OUT 2020Por Da Reportagem15h05
A dermatologista Carolina Zaparoli, da Centermed SantosFoto: DIVULGAÇÃO

A necessidade da realização do isolamento social, devido à pandemia de Covid-19, trouxe, além dos conhecidos problemas psicológicos, como estresse, depressão ou ansiedade, também as doenças de pele, denominadas doenças psicodermatológicas, que surgiram em maior grau neste período, ou se já existentes, pioraram.

Conforme informa dermatologista do corpo clínico da Centermed Santos e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Carolina Zaparoli, as queixas mais comuns em seu consultório, nos últimos cinco meses, foram aumento da queda de cabelos, piora da dermatite atópica, agravamento da psoríase e a volta das manchas brancas de vitiligo que já estavam pigmentadas.

“Os horários reservados para ocupar os locais públicos, como academias e restaurantes, foram substituídos por 24 horas com os familiares mais próximos, entre quatro paredes. Essas e outras mudanças recentes na rotina são capazes de gerar estresses que afetam mente e corpo. E já é comprovado cientificamente que estressores psicológicos são gatilhos para o aparecimento ou piora dos quadros cutâneos”, comenta a especialista. 

Carolina Zaparoli explica que os agentes estressores, tanto internos quanto externos, desequilibram o funcionamento do organismo estimulando uma série de reações do sistema neuroendócrino, o que afeta vários aspectos imunológicos das doenças da pele. “Alguns pacientes mais sensíveis ao estresse, portadores de transtornos ansiosos e depressivos, tiveram uma piora muito grande com o isolamento social, pois existe uma inter-relação entre a pele, sistema nervoso e psique”, aponta.

Para tratar o problema, a dermatologista comenta que é necessário a avaliação do especialista. Mas uma orientação geral, segundo ela, é investir em hábitos que vão ajudar a reduzir o estresse, como prática de atividades físicas, ter um bom sono, se alimentar bem e ocupar a cabeça com atividades que causem prazer. 

“Além disso, é importante ter uma rotina diária de cuidados com a pele. Muito mais que uma preocupação com a beleza, o autocuidado é uma atitude carinhosa com a gente mesmo e pode contribuir muito com a nossa autoestima e com a saúde mental nesse momento de isolamento. Portanto, manter a rotina de cuidados com a pele e os cabelos é fundamental”, ressalta. 

Hidratação contínua
Manter a pele sempre hidratada, independente das circunstâncias, é um desses dos cuidados indicados pela dermatologista. Para isso, Carolina Zaparoli recomenda beber 2 litros de água por dia, no mínimo, e usar hidratantes específicos para cada tipo de pele, aplicando imediatamente após o banho, ainda com o vapor da água para maior absorção do produto. “Esses são cuidados que podem ajudar, não só com relação à autoestima, mas também na sensação de bem-estar”, garante a especialista.

Confira abaixo mais algumas orientações indicadas pela Dra. Carolina Zaparoli para a rotina diária:
1. A limpeza da pele é o primeiro passo dos cuidados faciais pela manhã, sendo a água micelar uma boa opção para peles mais secas ou sensíveis. Já em casos de pele normal ou mais oleosa, é possível lavar o rosto com um gel de limpeza;
2. Na sequência, passe um hidratante de sua preferência para mantê-la macia e com boa aparência. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o protetor solar não é importante apenas para exposição direta ao sol. Nossa pele precisa de proteção durante os dias chuvosos, nublados e até mesmo em ambientes fechados;
3. Ao final do dia, faça a limpeza da pele e um tratamento noturno, que pode ser com um hidratante facial, vitamina C, sérum anti-idade, creme para espinhas, etc. O importante é nutrir bem a sua pele para que ela acorde revitalizada no dia seguinte;
4. Além disso, você pode aproveitar esse momento para massagear suavemente o seu rosto, ajudando a fazer uma pequena drenagem facial e proporcionar relaxamento, excelente para aliviar a tensão e dormir melhor.