Gripe A derruba 50% dos pacotes de viagens para Bariloche e Santiago

Bariloche, na Argentina, e Santiago, no Chile, são os destinos mais procurados na temporada de inverno

Comentar
Compartilhar
02 FEV 201317h36

Nessa temporada de inverno, não foi só a temperatura que caiu, mas também as vendas dos pacotes para os destinos mais procurados, que sofreram queda em torno de 50%. Segundo agentes de viagens, a gripe A (H1N1) — gripe suína — e a crise financeira global fizeram turistas adiarem ou cancelarem suas viagens para Bariloche, na Argentina, e Santiago, no Chile.

O agente de viagens Stanley Soares de Melo, proprietário de uma agência, em Santos, disse que vendas e cancelamentos de pacotes para a Argentina e Chile caíram de 50% a 60%, nessas férias de julho por causa da gripe A (H1N1).

Segundo ele, no mês de maio já era possível prever baixa nas vendas deste inverno quando iniciaram os cancelamentos. Stanley afirmou ainda que mesmo com a troca de destinos ppor parte dos clientes que haviam comprado pacotes para Argentina e Chile, os cancelamentos renderam perdas de até 20% no balanço geral da agência.

Stanley afirmou que a baixa na procura para a Argentina é considerável, já que é o destino mais vendido nas férias de julho. A demanda corresponde a 40% de todas vendas da temporada de inverno.

Já a agente de viagens de outra agência de Santos, Fabiana Monteiro, espera um crescimento das vendas de cruzeiros marítimos para a temporada de Verão para compensar as perdas do inverno.

Fabiana disse que houve 12 cancelamentos de pacotes para Bariloche e para a capital chilena Santiago, e uma queda entre 50% e 60% na procura por esses destinos. Fabiana atribui às baixas à crise econômica mundial e à pandemia da gripe A.

Promoção inusitada

Uma agência de viagens está oferecendo uma promoção inusitada para manter os termômetros das vendas aquecidos em tempos de gripe A(H1N1). Em virtude na queda de até 80% na procura para o Chile, uma agência de viagens paulistana em parceria com uma operadora chilena oferece outro pacote ao Chile no ano que vem para quem for contaminado pelo vírus da Influeza A(H1N1).

O cliente que comprovar que pegou a doença durante a viagem deste ano ganhará hospedagem e passeios grátis para outra viagem em 2010. A promoção é válida até setembro. O doente poderá viajar em qualquer período do ano que vem, sem restrição de alta ou baixa temporada.

Para a agente Stanley, a proposta, em princípio, poderá não compensar financeiramente para a agência que oferece a promoção, já que perderá a comissão da venda em 2010.  

Pandemia

Segundo os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), a pandemia atinge 94.512 pessoas em mais de 120 países e custou a vida de 429 pessoas, em sua maioria na América. Na Argentina, 94 pessoas morreram por complicações da doença.

É o País com o maior número de mortos pela gripe A na América do Sul e o terceiro do mundo, atrás apenas de Estados Unidos e México. Na semana passada, o Chile estava entre os cinco países com o maior número de contágio.