Governo de SP anuncia investimento de R$ 819 milhões para reformas em hospitais

O Hospital Guilherme Álvaro está no cronograma de 2019 do programa "Melhor Pra Sua Saúde", anunciado pelo governo nesta sexta-feira (26)

Comentar
Compartilhar
26 JUL 2019Por Estadão Conteúdo18h04
O Hospital Guilherme Álvaro é um dos 31 hospitais contemplados pelo investimentoFoto: Rodrigo Montaldi/Arquivo/Diário do Litoral

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 26, que vai fazer um investimento de R$ 819,1 milhões para reformas e renovação do parque tecnológico de 31 hospitais e unidades de saúde do Estado. O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, o Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e os hospitais Pérola Byington, Heliópolis e São Mateus estão entre as unidades selecionadas para o programa "Melhor Pra Sua Saúde".

Segundo a gestão estadual, o Conjunto Hospitalar do Mandaqui, na zona norte da capital, recebeu o projeto-piloto da iniciativa e, em maio deste ano, recebeu serviços como substituição de equipamentos de ar-condicionado na emergência e pintura.

"A gente só consegue prestar serviços se a nossa infraestrutura estiver na mesma medida de qualidade do serviço que se precisa prestar. Este programa é bienal e dividimos em ações prioritárias, que são ações rápidas, de pintura, reparo e revitalizações. Em seguida, passaremos para obras de modernização, adequação e ampliação. Paralelamente, fazemos as atualizações do parque tecnológico desses hospitais", explica o secretário de Estado da Saúde José Henrique Germann Ferreira. O investimento em reformas será de R$ 230 milhões.

"Cada unidade passará por reformas de acordo com necessidades específicas, que poderão abranger, por exemplo, reforma e impermeabilização de telhados, cozinhas, climatização de centro cirúrgico, UTIs, centros de material esterilizado e renovação de redes de energia e esgoto", diz a gestão estadual.

Neste ano, devem ser realizadas ações nos hospitais Ipiranga, Heliópolis, Vila Penteado, Interlagos, São Mateus, Regional Sul e Pérola Byington, localizados na capital. O Regional de Osasco e Hospital Guilherme Álvaro, em Santos, também estão no cronograma de 2019. No próximo ano, as intervenções devem ser feitas nos hospitais de Taipas, Vila Nova Cachoeirinha, Guaianazes, Cândido Fontoura, Darcy Vargas e no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.

Colunas

Contraponto