Estado libera 1,5 para Hospital de Vicente de Carvalho

Complexo totalmente equipado tem inauguração prevista para o 1º trimestre de 2008

Comentar
Compartilhar
24 FEV 201319h47

O Complexo Hospitalar de Vicente de Carvalho será aberto no primeiro trimestre do próximo ano. A unidade que contempla pronto-socorro, hospital e maternidade está recebendo um investimento de R$ 1,5 milhão do Governo do Estado. os recursos foram liberados atendendo a emenda da deputada estadual Haifa Madi. O anúncio foi feito na manhã de ontem, no Paço Municipal, pela deputada e pelo secretário Municipal de Saúde, Benjamin Rodriguez Lopez.

Segundo a deputada, os recursos serão investidos na infra-estrutura da maternidade e na compra de equipamentos. “Será um hospital que terá 50 leitos, que vai poder fazer cerca de 500 partos do ano, desafogando o Hospital Santo Amaro, que hoje é o único da Cidade, atendendo quase 300 mil habitantes. Na temporada a população da Cidade chega a 1 milhão de pessoas”.

Haifa explicou ainda que haverá uma Unidade de Saúde da Mulher, onde a mulher poderá fazer todos os exames preventivos”. De acordo com Haifa, outro investimento será feito no  setor de quimioterapia do Hospital Santo Amaro (HSA), hoje, sob intervenção municipal. a unidade receberá uma verba mensal de até de 150 mil, totalizando um aporte de R$ 1,5 ao ano. 

O secretário de Saúde afirmou que a implementação do serviço de quimioterapia que hoje atende 20 pacientes conveniados ou particulares, atenderá mais 100 pelo SUS. “O Hospital Santo Amaro tem condições de tratar uma pessoa com câncer. A população de Guarujá não terá mais que ir a Santos para fazer o tratamento”. Outros avanços na Cidade, anunciados ontem foram a implantação do Programa de Orientação em Saúde e Atendimento Social à Gravidez Precoce e Juvenil e a instalação de duas unidades de Assistência Médica Ambulatorial (AMAs).

Benjamin destacou o alto índice de gestantes adolescentes, de mortalidade materna e número de partos por cesárea. “Todos esses índices são muito altos na Cidade.Pare se Ter uma idéia, 50% das gestantes com menos de 18 anos têm mais de um filho antes de completar a maioridade”, afirmou. As AMAs que funcionarão nas Unidades Básicas de Saúde, atenderão, de Segunda a sábado, das 7 às 19 horas, podendo produzir em torno de 200 a 300 atendimentos/dia.

O prefeito Farid Madi, que o repasse do Estado “era o que estava faltando para entregar o Hospital de Vicente de Carvalho porque este ano nós não temos recursos para isso. No Santo Amaro nós temos quase 5 mil partos por ano no Santo Amaro e a maternidade de Vicente de Carvalho vai aliviar essa sobrecarga”, concluiu Farid.

Hospital Santo Amaro

A intervenção municipal no Hospital Santo Amaro encerra no final deste ano, porém, o prefeito garantiu que o Município continuará a repassar verba para a unidade, mas não quantificou o valor do repasse.