X
Saúde

Entenda quais as causas mais comuns para dores de cabeça

Estima-se que 70% das mulheres e 50% dos homens apresentem pelo menos um caso por mês

A doe de cabeça é um dos problemas mais comuns registrados em consultas médicas / Divulgação

A cefaleia, termo médico para a dor de cabeça, é um dos problemas mais comuns registrados em consultas. Estima-se que 70% das mulheres e 50% dos homens apresentem pelo menos um caso de cefaleia ao mês, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cefaleia. O incômodo pode ser desencadeado por diversos fatores como alimentação, estresse ou até mesmo privação do sono. O Dr. Márcio Elias, médico de Neo Química, esclarece algumas causas e dúvidas sobre o tema:

Tensão

A cefaleia tensional tem relação com o estado emocional da pessoa como irritação, estresse, nervosismo e outros tipos de alterações de humor. Quadros de tensão emocional estão associados, em muitos casos, à rigidez muscular nos ombros, costas e pescoço, o que pode levar a uma crise de dor de cabeça. Exercícios físicos, repouso, atividades recreativas, além do uso de analgésicos podem ajudar nestes casos.

Álcool

O consumo de álcool pode atrapalhar nosso organismo. Isso acontece porque o etanol age no corpo modificando a absorção de água e possui efeito diurético. Consequentemente, no dia seguinte, pode-se experimentar quadros de cefaleias intensas, acompanhados de enjoos e vômito. Para estes casos, recomenda-se a reidratação, alimentação leve e repouso.

Alimentação

Ficar muito tempo sem comer pode diminuir os níveis de açúcar, sódio e potássio no organismo e causar, como sintoma, a cefaleia. Recomenda-se alimentar de forma equilibrada. A ingestão de certos alimentos também pode estar relacionada dores de cabeça. Derivados do leite, bebidas ricas em cafeína, frituras, gorduras ou embutidos são conhecidos, por algumas pessoas, como fatores causadores da dor de cabeça. O ideal é sempre consultar um médico para verificar se a alimentação tem sido um fator desencadeador do incômodo.

Sono

Cada pessoa possui seu ciclo e necessidades biológicas para o sono. Dormir pouco ou ter o sono interrompido com frequência atrapalha o descanso do organismo e podem comprometer as funções motoras e cognitivas. Como consequência de um organismo cansado, a dor de cabeça pode ser um sintoma recorrente. Medicamentos poder ser usados em casos de insônia frequente mas sempre com orientação médica.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Atirador abre fogo em universidade na Alemanha e deixa vários feridos

Ainda não há informações sobre a identidade dos feridos e do autor do crime

Mundo

Bento 16 admite ter participado de reunião sobre padre pedófilo na Alemanha

Por anos, o papa emérito alegou que não havia participado das decisões sobre a acolhida ao padre pedófilo, que teriam sido conduzidas por um subordinado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software