X
Saúde

Enfermaria do HPP Central, em Santos, é remodelada

As salas de enfermaria localizadas no primeiro andar, que concentram 24 leitos, passaram por revisão da parte elétrica, pintura geral, troca de forro do teto e de tubulações de esgoto e cessão de móveis

O Hospital de Pequeno Porte (HPP) da Prefeitura que funciona na área do antigo PS Central, passou por intervenções nas últimas semanas a cargo da Santa Casa / Marcelo Martins/PMS

O Hospital de Pequeno Porte (HPP) da Prefeitura que funciona na área do antigo PS Central, passou por intervenções nas últimas semanas a cargo da Santa Casa. A medida é fruto da parceria entre as instituições para o uso compartilhado do andar térreo do imóvel, que é de propriedade do hospital filantrópico e está cedido em comodato ao Município.

As salas de enfermaria localizadas no primeiro andar, que concentram 24 leitos, passaram por revisão da parte elétrica, pintura geral, troca de forro do teto e de tubulações de esgoto e cessão de móveis. Também foram feitos reparos no elevador e em aparelhos de ar-condicionado, além de adequações na recepção dos pacientes no térreo.

O secretário de Saúde, Fábio Ferraz, visitou a unidade nesta segunda (3) para verificar o resultado dos trabalhos, acompanhado de gestores e servidores da pasta e do vice-provedor da Santa Casa, Luiz Simões Polaco Filho, e da presidente da Comissão de Controle de Qualidade, Eliana Feliciano.

Os 14 pacientes que estavam internados provisoriamente no andar térreo do HPP serão transferidos ainda nesta segunda (3) para a área remodelada no primeiro pavimento. Além dos 24 leitos de enfermaria, o HPP conta com uma sala de UTI (10 leitos) e uma sala de emergência (cinco leitos), além de um laboratório e salas administrativas.

Parceria 

A Prefeitura e a Santa Casa firmaram termo para o uso compartilhado do térreo do antigo PS Central, que tem cerca de 790 m² e passará por reforma geral e adequações a cargo da instituição. Mais de 500 m² ficarão de posse da Santa Casa, que deverá destinar o espaço para seu pronto-socorro (convênio e particular).

A parte restante continuará de posse do Município dentro da infraestrutura do HPP, que continuará funcionando no imóvel.

Em contrapartida, a Santa Casa está construindo uma nova sala de emergência para atendimento SUS dentro do seu imóvel, com 13 leitos, em substituição à que existe no HPP com cinco leitos. A previsão é de que o novo espaço comece a funcionar em janeiro de 2019.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mongaguá

62 anos de Mongaguá: “O principal desafio é continuar o trabalho e devolver a autoestima ao morador”

“A ideia é ter uma cidade diferente e que as pessoas tenham mais dignidade e oportunidade”, destaca prefeito

Turismo

Réveillon: para onde ainda é possível viajar e por quanto

Levantamento mostra quais destinos estão sendo mais buscados, para onde ainda é possível viajar e o preço médio

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software