Dia Internacional da Mulher: como manter a saúde em todas as fases da vida

Dividir o tempo para conciliar estudos, diversão e atividade profissional é fundamental para ter uma vida equilibrada

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201511h48

Com a proximidade do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, a marca Supradyn® Ativa aponta os cuidados que as mulheres devem manter com a saúde do corpo ao longo da vida em todas as idades.

Aos 20 anos

Dividir o tempo para conciliar estudos, diversão e atividade profissional é fundamental. É nessa etapa que a mulher deve iniciar um acompanhamento médico regular, com um ginecologista de confiança ou clínico geral. Outro ponto importante é que geralmente o organismo responde mais rapidamente a dietas e exercícios, ou seja, é uma boa hora para perder peso, entrar em forma, definir a musculatura, praticar atividade física com regularidade e manter uma alimentação saudável. Os hábitos iniciados nessa fase norteiam a saúde pelo resto da vida.

Aos 30 anos

Nessa faixa de idade, a mulher precisa de muita disposição e de alternativas para descarregar as tensões diárias. Manter uma rotina de exercícios ajuda nesse sentido e evita doenças, como diabetes e pressão alta. Se não começou aos 20, é a partir dos 30 anos que a mulher deve começar a medir com mais frequência seus níveis de colesterol, triglicerídeos, hormônios e glicose. A época também é ideal para começar a prevenir a osteoporose, com alimentação adequada e prática de exercícios físicos que ajudam na síntese de vitamina D, responsável pela fixação do cálcio nos ossos.

Manter uma rotina de exercícios ajuda nesse sentido e evita doenças, como diabetes e pressão alta (Foto: Divulgação)

Aos 40 anos

É nessa etapa da vida que as mulheres podem sentir os primeiros efeitos do climatério, período em que ocorre a transição do período reprodutivo ou fértil para o não reprodutivo, devido à diminuição dos hormônios sexuais produzidos pelos ovários. Nessa fase, o envelhecimento se anuncia com mais nitidez. É importante manter o peso saudável para reduzir chances de diabetes e doenças cardiovasculares e redobrar os cuidados com os ossos, ingerindo alimentos ricos em cálcio e ferro, para prevenir, respectivamente, a osteoporose e a anemia.

Aos 50 anos

Nessa faixa etária, a mulher deve investir numa dieta saudável, com pouca gordura saturada e pouca carne vermelha, com preferência à carne branca e ao peixe. Além isso, é importante manter o consumo regular de alimentos ricos em fibras, ferro e cálcio. É importante também ingerir água diariamente.

Acima dos 60 anos

Os exercícios físicos são indispensáveis para a manutenção da capacidade motora, cardiovascular e respiratória em qualquer idade, e agora também para manter a musculatura ativa e a flexibilidade. Além disso, beber muita água ajuda a manter o corpo hidratado. É recomendado consumir alimentos ricos em cálcio, desnatados e menos gordurosos. Se já passou dos 65, é indicada a vacinação anual contra a gripe e, conforme prescrição médica, contra a pneumonia.

Os cuidados são semelhantes para homens e mulheres no que diz respeito a não fumar, ingerir bebidas alcoólicas com moderação, praticar regularmente atividade física e ter uma alimentação mais equilibrada. É recomendado realizar avaliações médicas periódicas para controle das taxas de colesterol, triglicérides, glicemia e eventual realização de exames mais específicos, como ecocardiograma (ultrassom do coração) e um teste ergométrico (também conhecido como teste de esforço ou teste de esteira).