Defesa Civil orienta população sobre como agir em tempestades com raios

São Paulo está entre os Estados brasileiros em que mais ocorrem mortes por raios.

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 201221h05

O verão é caracterizado por chuvas de curta duração e grande intensidade, acompanhadas por trovoadas, raios e rajadas de vento. As ocorrências mais comuns nas tempestades de verão são inundações, deslizamentos e raios.

São Paulo está entre os Estados brasileiros em que mais ocorrem mortes por raios. Com o objetivo de preservar vidas e também reduzir danos materiais, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil divulga orientações sobre como agir durante tempestades acompanhadas de raios, lembrando que depende essencialmente da mudança de comportamento da população.

O raio é uma descarga elétrica de grande intensidade que ocorre entre nuvens ou entre a nuvem e a terra. Sua intensidade é de 30 mil ampéres, cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico, por isso devemos tomar alguns cuidados durante as chuvas:

Cuidados fora de casa

Abrigar-se em casa, edifício ou em instalação subterrânea, como o metrô; Permanecer dentro de veículo, mantendo vidros fechados, sem contato com partes metálicas; Evitar lugares abertos, como estacionamentos, praias, campos de futebol; Sair imediatamente de rio, mar, lago ou piscina.

Manter distância de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d’água, bem como de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas, cercas de arame; Evitar soltar pipas e não carregar objetos, como canos e varas de pesca; Não andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo.

E, se não houver nenhum abrigo por perto, ficar agachado com os pés juntos, curvado para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles até a tempestade passar. Não deitar no chão.

Cuidados em casa durante a tempestade

Manter distância de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como TVs, geladeiras e fogões; Evitar o uso de telefone (a menos que seja sem fio ou celular); Afastar-se de janelas, tomadas, torneiras, canos elétricos e evitar tomar banho.

As ocorrências mais comuns nas tempestades de verão são inundações, deslizamentos e raios (Foto: Divulgação)