Covid-19: Santos tem maior número de notificações; Região passa de 6 mil casos

No período das últimas 24 horas seis cidades da Baixada Santista tiveram um aumento no número de casos

Comentar
Compartilhar
24 MAI 2020Por Da Reportagem21h42
Região ultrapassou os 6 mil casos do novo coronavírus.Foto: Reprodução/Divulgação

Santos totalizou, neste domingo (24), 2.700 casos confirmados da Covid-19 desde o início da pandemia. A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) recebeu mais 334 notificações de resultados positivos da doença entre munícipes – o maior número num intervalo de 24 horas. Até sábado (23), eram 2.366 confirmações – alta de 14,1% em 24 horas.

Não houve a confirmação de Covid-19 entre pessoas que faleceram. Desta forma, a Cidade continua contabilizando 107 óbitos pela doença. Outros 32 óbitos suspeitos estão em investigação e aguardam resultados laboratoriais.

INTERNAÇÕES - Apesar do aumento expressivo de casos, o número de pacientes com sintomas da Covid-19, internados na rede hospitalar da Cidade, se manteve estável nas últimas 24 horas. Há 421 pacientes nos hospitais públicos e privados, sendo 225 deles de moradores de outras cidades (53,4%) e 196 de Santos (46,6%).

Já o número de pacientes nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que atendem os casos de maior complexidade, apresentou redução de 3,2%. No sábado (23), eram 186 pacientes e, neste domingo (24), são 180. A maioria dos internados em UTIs mora em outros municípios: 96 pacientes (53,3%). Os munícipes de Santos representam 46,7% (84 pacientes).

OCUPAÇÃO - A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto caiu para 78%, com 179 pacientes em 230 leitos disponíveis. Na rede privada a taxa é de 82% e, no SUS, de 73%. Há um paciente em leito de UTI pediátrico (até 13 anos).

GUARUJÁ

A Secretaria de Saúde (Sesau) informa que neste domingo (24) confirmou três óbitos que tiveram como causa principal a infecção pelo novo coronavírus. A covid-19 matou 60 pessoas na Cidade.

Nas últimas 24 horas, a Vigilância Epidemiológica informou 57 exames positivos para a doença. O consolidado de casos confirmados é de 727.

São 146 os curados. Dos casos confirmados, 50 estão internados, 12 deles em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Outros 471 realizam isolamento domiciliar. Eles são acompanhados pela Vigilância Epidemiológica e orientados a informar quaisquer mudanças em seus estados de saúde imediatamente.

Dos exames laboratoriais realizados até este domingo, 711 foram descartados, entre eles estão 61 falecimentos que estavam em investigação.

Óbitos

Foram duas mortes no dia 22 de maio. Primeiro uma mulher, de 71 anos, do Pae Cará, no hospital de campanha. Ela não possuía comorbidade. No mesmo dia faleceu um homem, de 58 anos, do Morrinhos, na Unidade de Pronto Atendimento da Enseada. Tinha doença cardiovascular crônica.

E, por fim, no último sábado, 23 de maio, mais um homem, este de 77 anos, veio a óbito no hospital de campanha. Ele era obeso e asmático.

Suspeitos

O Município aguarda o diagnóstico de 691 casos suspeitos, dos quais 42 deles seguem internados, sendo 11 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Os demais foram recomendados a ficar em isolamento domiciliar e são monitorados pelas equipes da Secretaria de Saúde.

A Cidade ainda aguarda a conclusão da causa de falecimento de outros 11 munícipes. Eles têm idades que variam entre 30 e 99 anos.

BAIXADA SANTISTA

No período das últimas 24 horas seis cidades da Baixada Santista tiveram um aumento no número de casos da covid-19: Praia Grande, São Vicente e Itanhaém, por exemplo, registraram novas notificações. Bertioga, Mongaguá e Peruíbe não tiveram novos contaminados neste mesmo período.