Como manter a pele saudável no verão

No verão a pele precisa de cuidados especiais para que continue saudável. Veja como cuidar do maior órgão externo do corpo humano da forma correta

Comentar
Compartilhar
28 OUT 201315h17

Para três regiões brasileiras - sul, sudeste e centro-oeste – e dez estados, incluindo o Distrito Federal, o horário de verão já chegou, e, com ele, as promessas de dias mais longos, temperaturas mais altas e a aproximação do final de ano. Dentre os muitos compromissos e festas que chegam com essa época do ano, é importante não descuidar da saúde e da pele, maior órgão externo do corpo.

Segundo o Dr. Alderson Luiz Pacheco, a pele é um reflexo das escolhas que são feitas ao longo da vida e dos dias, como uso de protetor solar, hidratantes, o tipo de maquiagem (e a sua retirada depois), higiene, alimentação saudável, sono de qualidade, pratica regular de exercícios físicos, entre outros.

No entanto, Pacheco lembra que não é só com a exposição ao sol que as pessoas devem se preocupar. Nessa época é comum o aparecimento de alergias, dermatites de contato – uma forma de hipersensibilidade a produtos de limpeza ou bijuterias - e infecções fúngicas, como a caspa. “Nos dias quentes, a umidade da pele aumenta, o que favorece o crescimento de fungos e facilita o surgimento destes problemas”, comenta.

Aqueles que gostam de praia ou piscina precisam prestar uma atenção redobrada à pele dos pés e às unhas. “Quando estas áreas estão machucadas durante o verão, existe uma maior facilidade de serem infectadas por fungos”, alerta. Para quem não quer abrir mão de frequentar as praias, à qualidade das areias que as cercam. Cães e gatos podem contaminar, por meio da urina, a pele humana. “Por isso, apesar de dar vontade de levá-los à praia, é importante deixar os animais de estimação em casa ou passear em locais mais apropriados, além de lembrar que é proibido por lei levar os animais a praia (cachorro na praia não! Lei 848/92)”, diz.

No verão é comum o aparecimento de alergias, dermatites de contato e infecções fúngicas, como a caspa (Foto: Divulgação)

Pacheco ressalta que com simples cuidados é possível prevenir doenças e manter a pele saudável e bonita no verão. “A prevenção de problemas pode ser feita em três etapas: limpeza correta, hidratação e proteção. Independentemente do tipo de pele, é importante lavar o rosto duas vezes ao dia, usar sabonete líquido na hora do banho, aplicar protetor solar diariamente nas áreas mais expostas ao sol, não espremer espinhas e sempre retirar a maquiagem antes de dormir” ressalta o especialista.

A hidratação é fundamental para garantir a integridade da pele. “O ideal é investir na lubrificação do corpo, com produtos de qualidade e que contenham ureia, ácido lático, lactato amônia, entre outros” ressalta o especialista. Outra dica importante é ingerir bastante líquido e manter uma alimentação com menos gordura e açúcar, que permite que o organismo fique mais protegido contra doenças e infecções nos dias quentes.

Vale lembrar que a pele, por ser um órgão externo, é capaz de mostrar o ritmo do nosso cotidiano. Sol em excesso, vento, bebida alcoólica, noites mal dormidas, ar condicionado, tabaco – a nicotina presente no cigarro acelera o processo de envelhecimento e deixa a pele com uma cor levemente acinzentada, - espaços sem a presença da luz solar, podem causar ressecamento crônico da pele e levar a um aparecimento precoce de rugas. “Para ficar livre dos efeitos maléficos, o ideal é investir nos cuidados citados e aproveitar o resto do verão com um visual muito mais bonito e saudável”, conclui Pacheco.