X
Saúde

Com alta nas confirmações de covid-19, Santos faz alerta para reforço da vacina

Na última semana, de 8 a 14 de maio, das 1.247 notificações registradas pelo mesmo sistema, 326 (26%) correspondem a casos positivos

Os postos de vacinação em Santos estão abertos durante a semana, das 8h às 16h, e aos finais de semana, das 9h às 15h30 / Nair Bueno/ DL

Os casos positivos de covid-19 em relação ao total de testes e exames realizados aumentaram no último mês entre moradores de Santos, conforme o e-SUS, plataforma do Ministério da Saúde. Na semana de 3 a 9 de abril, das 1.051 notificações registradas pelo sistema federal, 171 referiam-se a casos positivos (16%). Na última semana, de 8 a 14 de maio, das 1.247 notificações registradas pelo mesmo sistema, 326 (26%) correspondem a casos positivos.

A Secretaria de Saúde de Santos faz um alerta para a situação, em especial no que se refere à vacinação das doses de reforço, já que o número de pessoas com estas doses em atraso é expressivo: 112.118 pessoas não voltaram para tomar a primeira dose de reforço (36% dos que já cumpriram o intervalo e têm direito a esta dose) e 38.614 não retornaram para o segundo reforço (49,1% dos que cumpriram o intervalo).

PÚBLICO DO REFORÇO

A primeira dose de reforço, aquela que é aplicada após a dose única de Janssen ou segunda dose de CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer está disponível para qualquer pessoa acima de 18 anos de idade e também para os imunossuprimidos a partir de 12 anos.

Os intervalos variam: 122 dias em relação à dose anterior para quem tem 18 anos ou mais e tomou CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer; 61 dias para as pessoas de 18 anos ou mais que tomaram a dose única da Pfizer e 28 dias para os imunossuprimidos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Já o segundo reforço é oferecido às pessoas com mais de 60 anos e imunossuprimidos a partir de 12 anos, com intervalo de 122 dias da dose anterior.

"Fazemos um apelo para que compareçam aos nossos postos, em especial agora que o frio chegou e é mais comum permanecer em locais fechados, com outras pessoas, o que aumenta a chance de circulação do coronavírus e de outros do trato respiratório, como a Influenza (gripe)", alerta o secretário de Saúde, Adriano Catapreta.

Os postos de vacinação em Santos estão abertos durante a semana, das 8h às 16h, e aos finais de semana, das 9h às 15h30. A relação de locais e público pode ser conferida no Santos Portal.

PANDEMIA NÃO ACABOU

É necessário manter ainda outros cuidados para evitar contaminação pelo coronavírus: higienizar constantemente as mãos, manter as superfícies limpas, usar máscaras no transporte público e nas unidades de saúde e evitar aglomerações.

Outras práticas de etiqueta respiratória também são bem-vindas: ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com a parte interna do braço (na altura do cotovelo) ou lenço descartável (que deve ser descartado na sequência); se estiver doente, usar máscara e evitar contato próximo com outras pessoas.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Após forçar saída, Marinho reencontra Santos em meio à pressão no Flamengo

Marinho é reserva no Flamengo, e fez apenas dois gols em 23 jogos na temporada

Brasil

Memória: a história do Castelinho da Rua Apa

Imóvel, construído em 1912, ficou famoso após ser palco de uma tragédia familiar

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software