X
Saúde

Cidades divergem sobre o uso obrigatório de máscaras em escolas

Maioria dos municípios da Região determinou que o uso do equipamento é facultativo

Nas cidades de Santos, Itanhaém, Peruíbe e Mongaguá o uso das máscaras de proteção nas unidades escolares é obrigatório / Divulgação/ PMPG

As nove cidades da Baixada Santista divergem sobre o uso de máscaras nas escolas municipais. Cinco dos nove municípios definiram que o uso do equipamento de proteção será facultativo. São eles: Guarujá, São Vicente, Cubatão, Bertioga e Praia Grande. Já as cidades de Santos, Itanhaém, Peruíbe e Mongaguá determinaram que o uso das máscaras nas unidades escolares é obrigatório.

Em Santos, baseada na recomendação do Comitê de Medidas de Vigilância em Saúde do Governo de São Paulo, a Prefeitura voltou a tornar obrigatório o uso de máscaras contra a Covid-19 nas unidades municipais de educação, a partir da próxima segunda-feira (6).

O decreto municipal ainda recomenda o uso nos estabelecimentos de ensino particular.

O prefeito de Itanhaém, Tiago Cervantes, assinou decreto, publicado no dia 24 de abril, que volta a tornar obrigatório o uso de máscaras, nas salas de aula, e em todos os ambientes fechados, nas unidades escolares da rede pública municipal.

A medida é seguida pelas cidades de Mongaguá e Peruíbe, que estendem a decisão às escolas particulares. Em Peruíbe, o uso de máscara também é obrigatório para servidores municipais nos prédios públicos em geral. Inicialmente a determinação valerá durante um mês, até o próximo dia 30 de junho na Cidade.

Já a Prefeitura de Guarujá informa que realizou reunião extraordinária na última quinta-feira (2) e, por enquanto, o uso de máscaras nas escolas municipais segue facultativo, sendo obrigatório somente nas unidades de saúde e transporte público, como prevê o Decreto Municipal 14.850/2022.

A Prefeitura de São Vicente publicou, na última quarta-feira (1º), resolução da Secretaria de Educação (Seduc) recomendando o uso de máscaras de proteção facial nas escolas municipais e particulares, como forma de impedir o aumento de casos de Covid-19. Além disso, as unidades escolares também deverão planejar e realizar atividades de modo a evitar aglomerações, além de promover a higienização das mãos com álcool em gel.

Questionada, a Prefeitura de Praia Grande informa que segue as diretrizes do Estado e, desta forma, também recomenda o uso de máscaras em ambientes fechados.

Cubatão, por sua vez, informa que por ora não obrigará o uso, porém segue atenta a eventual evolução dos casos no município.

A Prefeitura de Bertioga afirmou que analisa diariamente os dados de enfrentamento à Covid-19 e informa que, no momento, permanece obrigatório o uso de máscara apenas em hospitais, estabelecimentos públicos de saúde e transporte coletivo.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Polícia Civil prende acusado de assalto em São Vicente

O crime aconteceu em 2017 e o suspeito estava foragido até a sua prisão, nesta quarta-feira (10)

GASTRONOMIA

Conheça 5 restaurantes para provar comidas do Oriente Médio em SP

Uma nova geração de restaurantes árabes que tem dado o que falar

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software