Carreta itinerante do ‘Mulheres de Peito’ realiza cerca de 1.500 mamografias

Unidade encerrou as atividades em Praia Grande no último dia 30

Comentar
Compartilhar
04 JUL 201412h02

O programa ‘Mulheres de Peito’ realizou 1.462 exames de mamografia em Praia Grande. A ação é organizada pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo e contou com apoio da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) da Cidade. A carreta itinerante do projeto permaneceu dois meses no Município, sediada no Espaço Piaçabuçu, no Bairro Mirim. O encerramento dos trabalhos ocorreu no último dia 30.

Além das quase 1.500 mamografias, foram realizados ainda 68 ultrassonografias e 18 biópsias. Após os resultados, o programa encaminhou 20 pacientes para atendimentos posteriores com o mastologista no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Praia Grande. A medida faz parte do procedimento determinado para este tipo de caso.

Foram atendidas mulheres acima de 50 anos. Os exames de mamografia ocorreram sem qualquer agendamento prévio. Diariamente eram distribuídas no local 50 senhas. Para quem tinha menos de 50 anos, o procedimento só era possível com a apresentação do pedido médico. A agilidade foi outra marca positiva dos serviços prestados. O resultado do exame estava disponível após 48 horas na própria carreta. 

Combate ao câncer de mama - Mutirões de mamografia, reforço nos serviços prestados nos setores de Atenção Básica e Especialidades Médicas, além de um sólido trabalho de conscientização e informação fazem parte das ações voltadas ao combate ao câncer de mama em Praia Grande. Anualmente o Município realiza a Jornada sobre o tema e adere também à Campanha Outubro Rosa. A meta da Sesap é detectar com maior agilidade esta temida doença nas mulheres.

O programa ‘Mulheres de Peito’ realizou 1.462 exames de mamografia em Praia Grande (Foto: Divulgação)

Autoexame

O procedimento simples de apalpar as mamas deve ser feito por toda mulher com mais de 15 anos de idade. No chuveiro, com um braço na nuca e a outra mão na mama, a mulher deve dedilhá-la de fora para dentro, como se estivesse tocando um piano, da axila até a auréola.

Depois, deve fazer o mesmo do lado oposto e repetir o processo deitada. Se tiver dúvidas ou encontrar algum caroço, mesmo que minúsculo, é preciso procurar a unidade de atenção básica e agendar consulta com um médico.