Ações de combate à dengue contemplam bairros de Guarujá na próxima semana

Trabalho consiste na retirada de criadouros durante as vistorias casa a casa, e, em locais com casos confirmados, bloqueio de nebulização com uso de inseticida

Comentar
Compartilhar
30 ABR 2021Por Da Reportagem17h56
Para que a nebulização ocorra com sucesso, os moradores devem colaborar com alguns cuidados.Para que a nebulização ocorra com sucesso, os moradores devem colaborar com alguns cuidados.Foto: Divulgação/PMG

A Prefeitura de Guarujá segue com ações para eliminar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e de outras doenças. De segunda (3) à sexta-feira (7), os agentes de controle de endemias devem percorrer os bairros Vila Ligya, Jardim dos Pássaros, Morrinhos II, Jardim Virgínia, Parque Enseada e Loteamento João Batista Julião.

O trabalho consiste na retirada de criadouros durante as vistorias casa a casa, e, em locais com casos confirmados, bloqueio de nebulização com uso de inseticida. Para isso, são utilizadas máquinas costais e veiculares, sendo as últimas conhecidas popularmente como 'fumacê'.

Atenção aos sintomas

Tanto a dengue quanto zika e chikungunya podem vir acompanhadas de febre, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo. Porém, elas possuem suas características específicas, como a dor atrás dos olhos na dengue. Já a chikungunya pode doer e inchar as articulações, como as do tornozelo, joelho e cotovelo, e a zika pode causar febre baixa e vermelhidão nos olhos.

É importante que o munícipe com suspeita de qualquer uma dessas doenças procure atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) ou Unidade de Saúde da Família (Usafa) mais próxima da sua casa para orientação e realização do exame de sorologia, pois a ordem das regiões visitadas é mapeada de acordo com o número de notificações.

Apoio da população

Para que a nebulização ocorra com sucesso, os moradores devem colaborar com alguns cuidados, como permanecer dentro de casa no momento da ação, deixar portas e janelas abertas, colocar animais no fundo da casa, cobrir alimentos (inclusive de animais) e utensílios que estiverem em cima do fogão, entre outros.

Segundo a coordenadora de Combate às Endemias de Guarujá, Ana Lúcia Gama da Cruz, o apoio da população é essencial no combate à dengue. "Cada um deve fazer a sua parte e se atentar principalmente aos quintais, ralos externos, pratos de plantas, garrafas pet e pneus. Também é muito importante receber os profissionais em casa para obter mais orientações", reforça.

Servidores

A fim de evitar a propagação do novo coronavírus, os cuidados são redobrados durante as iniciativas. Os agentes utilizam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras e luvas, visando  sua própria segurança e a dos munícipes.

Além dos EPIs, os servidores estão utilizando crachá e uniforme para visitar as casas. Para facilitar a identificação, o agente utiliza uniforme da cor branca e o supervisor azul marinho, ambos com a seguinte frase na frente: 'Todos juntos contra o Aedes aegypti – Guarujá'. Na manga esquerda está o brasão da Prefeitura e, nas costas, a informação: 'Prefeitura de Guarujá, Secretaria de Saúde, Controle de Dengue'.

A Prefeitura conta com um canal de denúncias. Para informar alguma situação ou tirar dúvidas, a população pode ligar para o número (13) 3341-6569.

Confira o cronograma de ações:

Segunda (3) à sexta-feira (7):

Casa a casa no Jardim Virgínia, Parque Enseada e Loteamento João Batista Julião

Máquina costal na Vila Nova Morrinhos II

Terça (4) à quinta-feira (6):

Máquina veicular na Vila Ligya e Jardim dos Pássaros